A Recompensa De Perceber A Si Mesmo Como Um Pecador

laitman_236.01Pergunta: Existe um sinal de que fizemos um bom trabalho e atraímos a Luz que reforma?

Resposta: Se fizermos um bom trabalho, nos encontraremos em um “poço”. Isso é resultado de um bom trabalho e de uma recompensa. Para nos aproximarmos do Criador, devemos ter um grande desejo não corrigido. Nós só recebemos um na medida em que podemos lidar com ele.

Em vez de uma medalha, a recompensa é que recebemos desejos egoístas adicionais nos quais caímos onde tudo se torna sombrio, irritante e sem esperança.

Sentindo-nos impotentes, queremos sair deste poço. Não por nós mesmos, mas pelo amor e doação. Quando tentamos sair dele pelo bem dos outros, transformamos esse poço em uma montanha.

Pergunta: Então, a recompensa é que a pessoa se sente como um pecador?

Resposta: Sim. Este é um sistema diferente, uma Torá diferente. Aqui, o escrutínio interior é o mais importante.

Pergunta: O ponto mais baixo do poço é a sensação de que a pessoa não pode sair do lugar?

Resposta: Sim, é semelhante ao poço da prisão em que José foi lançado no Egito.

Pergunta: Como ele conseguiu se libertar se não podia sair sozinho?

Resposta: Ele convenceu o padeiro, que estava lá com ele, de que poderia ser útil para o Faraó. O padeiro, por sua vez, contou ao Faraó sobre uma pessoa que conhece o futuro. É assim que José saiu do poço. Aqui estamos falando de um sistema muito complexo.

Você não pode lutar diretamente contra o ego porque é nossa própria natureza. Temos que convencer constantemente o ego de que tudo isso é para o seu benefício.

O Faraó deve sentir a necessidade de José, e só então, por nossa incapacidade de usar o egoísmo, nos livraremos dele.

De KabTV “A Última Geração”, 18/04/18

Comente