Por Que Não Há Paz No Oriente Médio?

laitman_229Pergunta: Por que ainda não há paz no Oriente Médio?

Resposta: O problema não é com Israel e as nações do mundo. A situação é tal que o método de correção do mundo, que agora deve ser realizado no mundo inteiro, está nas mãos de Israel.

Em sua sabedoria interior chamada de ciência da Cabalá, Israel tem a metodologia de corrigir o egoísmo no mundo: como mudar a percepção egoísta da vida e da natureza, onde todos querem algo para si, para uma percepção altruísta, onde todos vão ser capaz de se sacrificar e dar de si mesmo, e através dela tornar-se completos, plenos e perceber a vida através do altruísmo.

Como Israel tem essa sabedoria, o mundo inteiro sente como se Israel fosse culpado por tudo o que está acontecendo. Essa pressão e antissemitismo não vão parar até que Israel faça uma contribuição ao mundo: revelar a ciência da Cabala ao mundo, um método de correção do mundo, que explica como ele pode se salvar de seu desenvolvimento egoísta que chegou ao fim e resultou na ameaça à sua existência.

O mundo alcançará paz, tranquilidade e contentamento somente através da implementação deste método de correção, que tem estado com Israel desde os tempos babilônicos. Emergindo de lá, do berço de toda a civilização, ele esteve no meio de Israel por 6.000 anos, e só agora está sendo revelado. É por isso que a ciência da Cabalá está em demanda agora em todo o mundo.

A ciência da Cabalá tornou-se aberta para estudos gerais no início do século XXI. Afinal, ela representa a metodologia de tornar nosso mundo altruísta, perfeito e maravilhoso. Então haverá paz no Oriente Médio e em todo o mundo. E se não, isso não acontecerá lá e em nenhuma parte do mundo, o que apenas levará a um maior perigo de sua aniquilação.

O que está acontecendo hoje no Oriente Médio é, em essência, a concentração, o foco, o pináculo do problema mundial. Se resolvermos este problema, se Israel revelar o método de correção do mundo, ao fazer isso resolveremos os problemas do mundo inteiro, e a paz também reinará no Oriente Médio.

Da Mesa Redonda de Opiniões Independentes. Berlim, 2006

Comente