Vício Em Videogame

laitman_959Pergunta: A Organização Mundial da Saúde incluiu o vício em videogames em sua lista de doenças e distúrbios. Uma pessoa é considerada viciada em videogames se dedicar cada vez mais tempo a eles “ao ponto de os jogos prevalecerem sobre outros interesses da vida”.

Qual é a razão pela qual uma pessoa adere ao jogo tanto que este se torna sua vida?

Resposta: E o que é o nosso mundo? Também é um jogo.

Então, não há mais nada, uma pessoa troca um pelo outro. O jogo em que ela entra lhe obedece, ela existe nele, recebendo feedback e influenciando-o. Para ela, esse é um espectro mais próximo de conexões, eventos e reciprocidades.

Ela participa ativamente disso. As pessoas gastam muito dinheiro e estão prontas para viver apenas nisso.

Pergunta: Você considera isso uma doença?

Resposta: Eu acredito que qualquer passatempo, se não desviar do propósito da criação, pode ocorrer como um lazer, mas além disso, já é uma doença.

Pergunta: É possível vencer esta doença?

Resposta: Eu não acho que uma pessoa desistirá de bom grado. É porque substituir um mundo de conto de fadas por um real é simplesmente roubar a vida de si mesmo.

Pergunta: Para ela, a vida é um jogo?

Resposta: Na verdade, não é um jogo, mas a sua vida! E a nossa vida é um jogo bobo.

Observação: Você sempre fala apenas sobre uma coisa: somente quando uma pessoa chegar ao verdadeiro sentido da vida, tudo isso se tornará uma brincadeira de criança para ela.

Meu Comentário: Tudo isso desaparecerá por si só, porque a perspectiva de revelar o mundo verdadeiro, a eternidade e a perfeição obscurecerá todos os jogos, tudo o que ela tem hoje.

Pergunta: Talvez seja por isso que existem jogos. É para aproximá-la disso?

Resposta: Não para aproximá-la, mas simplesmente para iluminar o tempo até que a humanidade perceba em que estado final e sem esperança ela está.

Pergunta: E quando esta hora chegará?

Resposta: Depende de dois fatores: quando a humanidade tiver sofrido o suficiente e quando os Cabalistas forem capazes de abordar isso e explicar qual é o problema.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 20/06/18

Comente