Tisha B’Av (Nono de Av)

laitman_259.02Nossos sábios disseram (Tratado Yoma) que o Segundo Templo foi arruinado por causa do ódio infundado. Isto apesar do fato de que as pessoas nele estarem engajadas na Torá, nos mandamentos e na caridade, mas não faziam isso abnegadamente, mas em prol de uma recompensa; isto é, cumpriam todas as ações exceto pela unificação e, portanto, este trabalho se transformou do elixir da vida em um veneno mortal.

A Torá pode ser um veneno mortal, isto é, um remédio que ajuda a matar um desejo egoísta, e pode ser a poção da vida que estimula o desejo de doar. É a mesma Luz superior. Se ela chega ao desejo de receber enquanto ele ainda é egoísta e não anseia em ser corrigido para a doação, então ela endurece ainda mais o coração de uma pessoa, levando-a ao reconhecimento do mal. Uma vez que a pessoa reconheça seu mal e verdadeiramente queira a correção, a mesma Luz se transforma em um anjo bom.1

Primeiro de tudo, precisamos chegar ao reconhecimento do mal; só isso pode nos levar à oração, ao pedido de correção. O reconhecimento do mal pode ser das minhas qualidades egoístas, do fato de que não quero me corrigir, ou porque já quero me corrigir, mas não tenho força suficiente para isso. A força é necessária não para a correção, mas para pedir à Luz superior que me corrija.2

O dia de Tisha B’Av é de pesar pela alma quebrada abandonada pela Luz superior, isto é, a presença do Criador. Nós temos que trazâ-la de volta. É o fato de que não queremos trazê-lo de volta, não queremos restaurar a alma quebrantada – esta é a ruína e o crime dos quais devemos nos arrepender. Isto é, não lamentamos a destruição que uma vez ocorreu, mas a nossa relutância em corrigi-la aqui e agora. Não queremos pedir ao Criador por nossa correção, nos recusamos a abordar este pedido. Esta é a verdadeira ruína.

Devemos chorar não pelo edifício arruinado, mas por nós mesmos, por nossa alma quebrada que podemos, mas não podemos restaurar.3

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá, 22/07/18, Lição sobre o Tópico: “Tishaa BeAv (Nono de Av)”
1 minuto 25:00
2 minuto 27:40
3 minuto 32:40

Comente