Tendência De Nenhum Dever De Casa

Dr. Michael LaitmanDa Minha Página No Facebook Michael Laitman 09/08/18

Quem gostava de fazer lição de casa quando era pequeno?

Nós sempre odiávamos fazer o dever de casa, reclamávamos e encarávamos como um trabalho duro. Percebemos isso como um fardo que nos escravizou à escola e aos professores. Um fardo que não terminou na escola, mas também continuou no nosso tempo livre.

Havia também tensão em casa. Nossos pais nos pressionariam e nos ameaçariam com restrições se não terminássemos todos os deveres de casa até o último exercício. E se tivéssemos sorte, poderíamos fazer as tarefas domésticas em vez disso. E quando fazíamos todas as tarefas, era apenas por medo que os professores estivessem checando quem não fez o dever de casa na próxima aula. Dois dias depois, já havíamos esquecido o que havíamos aprendido.

Assim, a nova tendência ‘sem dever de casa’ que varre os EUA e outros países ocidentais prova que a pesquisa estava correta: o dever de casa não afeta o desempenho escolar e não melhora significativamente os hábitos de aprendizado e a motivação para o aprendizado.

É por isso que o formato padrão de lição de casa está sendo eliminado ou significativamente reduzido gradualmente em muitas partes do mundo, e isso inclui professores que não podem punir os alunos que não fazem o dever de casa. O que as crianças farão à tarde? Em vez de lição de casa, a recomendação é incentivar os alunos a ler livros, fazer mais exercícios e descansar.

Minha opinião sobre o assunto? Escritórios educacionais em todo o mundo finalmente se educaram. Este é apenas o começo de pensar corretamente e encontrar formas criativas de abordar nossos filhos. A natureza humana só permite que uma pessoa cresça onde se diverte e deseja se realizar. E a prova disso é como nos esquecemos completamente de tudo que não gostamos de aprender na escola.

Por outro lado, se as crianças aprendem sobre a vida lendo os livros que adoram e assistindo a vídeos fascinantes – mesmo que seja através de seu dispositivo móvel, que se tornou seu ambiente natural – elas certamente podem se beneficiar disso. As crianças estarão mais interessadas no que aprendem, obterão insights, serão mais felizes e relaxadas. Por sua vez, tanto os professores como os pais ficarão aliviados.

A ciência, a natureza, a geografia, a arqueologia, a sociologia e assim por diante poderiam facilmente tornar-se envolventes e cativantes para crianças. E depois que elas consumirem o conteúdo, devem imediatamente ter uma discussão social sobre isso. Ao conversar sobre materiais que gostaram de consumir, os alunos terão uma base saudável para comunicação e conexão entre eles.

Comente