Meus Pensamentos No Twitter 15/08/18

Dr Michael Laitman TwitterOs EUA e a UE fecharam o mercado livre; eles descobriram que, se ninguém impedir a aquisição de desenvolvimentos ocidentais pela China, tudo acabará na China. Agora, todas as decisões de vendas devem ser aprovadas pelo Estado. O mercado livre fechou assim que se tornou inútil para a elite nacional!

Fé/Bina é a propriedade da doação, de unidade. Deve-se continuar a elevar-se da fé alcançada que se tornou conhecimento para um novo nível de fé. Assim que a imagem da fé acima da razão é construída, ela se desvanece e se afasta; por isso, precisamos voltar à fé acima da razão, com mais precisão

A espiritualidade não pode ser experimentada em um desejo egoísta, Malchut, mas apenas em Tzimzum Aleph, a tela, Ohr Hozer. O único propósito de seu desejo de desfrutar é construir um desejo de doar (Ohr Hozer, Fé, Bina) sobre ele, que é onde alcançamos o Criador, em Fé Acima da Razão.

A realização do Criador surge de Malchut fundindo-se com Bina: Malchut ascende à Bina e Bina transmite suas propriedades à Malchut. Se eu subi ao próximo grau, o anterior se transforma em conhecimento para mim, onde descubro o Criador. Então devo continuar subindo.

Evoluindo na fé acima da razão, a pessoa sente constantemente a diferença entre o que é desejado, a Fé e a realidade, a Razão, enquanto simultaneamente existe nesses dois estados. E isso não é uma guerra, mas uma convergência de Malchut e Bina, que é um modo de vida.

Elevando-se acima das sensações, a pessoa pensa como se estivesse nas propriedades de doação do mundo espiritual e percebe o grupo na realização espiritual, sabendo que ainda está no ego, dentro da razão e dos cálculos. Ela mora em dois andares, Fé e Razão, Bina e Malchut.

Uma pessoa tenta imaginar o próximo passo, o estágio de doação; é vital para ela começar a experimentar esse estado espiritual como vida. Ao mesmo tempo, ele é construído acima da razão, Malchut, como se ela já estivesse acima do mundo material, nas propriedades de doação, fé, Bina.

No caminho da fé acima da razão, não somos delirantes; sabemos que estamos apenas imaginando o degrau superior e agimos. Nós existimos dentro da razão neste mundo e ao mesmo tempo estamos nos apegando ao que parece ser adesão ao Criador. Então, com os esforços, atraímos a Luz que reforma.

A situação em #Israel se tornará perigosa. #Trump não vai melhorá-la, mas vai agravá-la, pois sua ideologia é quebrar os sistemas financeiros e de comércio internacional. O mundo inteiro e metade da América resistirão a Trump. É um conflito perigoso e estamos cercados pelo ódio.

Como é possível ratificar uma lei sobre a carta nacional de uma nação sem discutir e definir o que é a nação, o povo, a terra, qual é sua origem, desenvolvimento e missão, e com os inimigos do estado sendo parte do governo? Isso é uma provocação? #Israel

Permitir isso fala de nossa fraqueza interior, a falta de uma base espiritual para nossa nação, nosso país e nossa terra. Não sabemos o nosso propósito. Por isso somos fracos em face de nossos inimigos que proclamam que nossa existência é fútil.

É fundamental elevar-se ao grau de Lishma. A escada espiritual é construída sobre ela. Adquirir a força de doação, fé, acima da força de recepção, que o Criador desperta. Ele nos avança despertando a escuridão, e nós ficamos acima dela com a luz de Hassadim – doação.

É vital alcançar Lishma (na qual a escada espiritual é construída), ganhando a força de doação/fé acima da força de recepção que o Criador evoca em nós. Então o Criador nos avança, através da escuridão; todavia, ficamos acima dela, agarrando-nos à luz de Hassadim (doação)

Avançando pela fé acima da razão: o conhecimento adquirido torna-se o passo em que construímos a fé. E a fé adquirida acima da razão torna-se um novo conhecimento sobre o qual devemos nos elevar para uma fé maior. Assim, o novo estágio de doação, fé, se transforma em um novo estágio de recepção, conhecimento.

A subida ocorre devido ao fato de não ignorarmos o desejo de receber prazer; ela está cheia de escuridão e desespero – tudo isso pertence ao egoísmo. Mas agimos como se estivéssemos em doação, na propriedade de Bina, na unidade: “Eles têm olhos, mas não veem”.

Devemos trabalhar em dois níveis, para que um não anule o outro. Eu sei no meu senso comum que vivo no egoísmo e não quero dar nada a ninguém. Eu não me sinto atraído pelas condições oferecidas pela Cabalá. É assim que me sinto no meu ego e estou plenamente ciente disso.

Eu permaneço com meus dois pés no chão, pois o juiz tem apenas o que seus olhos veem. Ao mesmo tempo, penso no degrau espiritual, como se a luz superior já tivesse chegado e me preenchido, concedendo-me o poder de doação, unidade, adesão com o grupo, e nele o Criador.

A fé se torna um novo estágio que não anula o primeiro. Eu existo simultaneamente em dois níveis que não se anulam, mas existem cada um em si. Assim, construo o estágio da fé acima da razão: há conhecimento, Malchut, e fé, Bina, acima dela.

A maneira de viver: se eu consigo me apegar à fé acima da razão, ao me esforçar ao máximo, sinto como o estado em que estou está mudando. O estágio anterior da fé gradualmente se transforma em conhecimento, e eu preciso de nova fé, nova doação, em um grau mais elevado.

Eu subo os degraus da escada espiritual: o que era fé se transforma em conhecimento. Bina transmite seu poder à Malchut. Malchut cresce. E eu me elevo acima dela para um novo estágio de Bina: mais e mais alto!

É difícil permanecer em dois níveis ao mesmo tempo, Malchut e Bina, de modo que um não anule o outro. Não se mantenha em um estado como as crianças. Um adulto fica de pé com firmeza neste mundo e mantém a cabeça erguida no mundo futuro.

A ascensão na escada espiritual até o fim da correção ocorre somente pela fé acima da razão. O apoio do grupo é vital. O destino está em dominar o princípio de elevar-se do degrau da Razão ao degrau da Fé: a base da ascensão espiritual e da aquisição da alma.

O Criador cria condições onde eu ajo pela fé acima da razão e permaneço em união com Ele em todas as Suas e minhas ações. Assim, eu alcanço o estágio de Bina, saindo do desejo de receber prazer e me apegando à propriedade de doação do Criador, ou seja, eu me plantei Nele.

Todos os estados vêm do Superior, que vive em mim e me controla. A fé acima da razão é perceber o superior como bom que faz o bem. O Superior age da melhor maneira que leva à correção. Portanto, devo aceitar o sentimento mais pesado como o mais vantajoso.

Aprender a natureza deixa claro que tudo é construído na conexão, a força de doação do Criador. A separação é a força da criação feita pelo Criador para revelar o Seu poder de conexão e amor. As criaturas têm a oportunidade de obter esse poder e se conectar ao Criador de acordo.

Do Twitter, 15/08/18

Comente