Meus Pensamentos No Twitter 06/08/18

Dr Michael Laitman Twitter“Justo na cidade” é justificar a sua condição, acima dos cálculos; dando contentamento ao Criador através do grupo; aceitando tudo como vindo Dele. “Justo saiu da cidade” é a incapacidade de justificar o seu estado, caindo em cálculos – Malchut em vez de Binah

Uma das vitórias de Trump é distanciar a Europa da #Rússia, sob o seu apelo à unidade nas fileiras da OTAN. Por mais estranho que possa parecer, a Rússia, com seu retorno ao império, está se valendo disso. Mas, de fato, poderia haver uma aproximação entre a Europa e a Rússia contra os EUA.

Fé acima da razão é: ao sentir (dentro da razão) escuridão e mal, ficar acima dela (em fé) em doação e amor, pois tudo veio do Criador. Então, aceitando (tendo recebido uma correção) que nossos desejos-ego não serão preenchidos, acima deles estaremos na fé, o Criador.

A tela é quando não me importo com a forma em que estou. É essencial que eu doe. Meu nível é medido pela profundidade da escuridão em mim, da qual sou capaz de pensar não em mim mesmo, mas no grupo e dentro dele no Criador – doar a partir da escuridão, Malchut, com a tela.

Tente ver o mundo pelos olhos do Criador e não pela nossa visão corrompida. Caso contrário, você censura o Criador, endurecendo seu coração com egoísmo. Primeiro, aceite que o Criador faz o bem, o mundo é perfeito e que O condenamos apenas ao ponto de nossa depravação.

A prova de sua espiritualidade está na alegria que você sente pelo sentido da perfeição em todas as circunstâncias. Tal condição é chamada o dia do Criador. Qualquer pessoa pode imaginar esse estado e lutar por ele. E se ela não pode, isso significa que o egoísmo a domina.

Na verdade, estamos em um estado perfeito no mundo do Infinito, e todas as mudanças ocorrem apenas dentro de uma pessoa. Portanto, se ela considera seu estado perfeito, não importa o que sinta! – significa que já está nele.

Erro dos novatos: implorar por conhecimento, sensações, satisfação; pois eles acham que é assim que o mundo espiritual funciona. Eles esperam que a luz venha e satisfaça seus desejos-ego. Mas, em vez disso, deve-se pedir correção e tomar qualquer condição como vinda do Criador, isto é, perfeita

A tela é quando eu não me importo com a forma em que estou. É essencial para mim doar. Meu nível é determinado pela profundidade do desejo em que sou capaz de mergulhar no escuro (daat), de modo que também possa doar (lemala mi adaat).

Tão logo a pessoa sente que o Criador não é gentil com as criaturas, argumenta com Ele, o acusa e odeia. Portanto, esforce-se para ver o Criador doando todo o bem a todos, justificando-O em situações incompatíveis com o Seu bom governo. Essa é nossa cegueira!

Todas as realizações (formas) estão em letras pretas. A cor branca apenas as atrai. Então, estamos mais próximos da luz, garantindo e mantendo o espírito no grupo. É precisamente no escuro onde se verifica a doação mútua entre o Criador e nós, quando tomamos as trevas como luz.

Sem a escuridão, não teríamos como alcançar o Criador. Devemos valorizar a escuridão – não fugir dela, mas transformá-la em luz; a partir das formas de escuridão, veja como se apegar ao Criador. Não devemos subestimar a escuridão, pois tudo é criação, e nela alcançamos a luz, o Criador.

Precisamos virar o lado reverso do Criador para o lado da frente e assim atingir a adesão. O superior sempre nos mostra seu lado reverso. Se estivamos prontos para aceitar isso, elevamos o lado reverso (-) até a altura do lado da frente (+) e nos apegamos ao Criador.

Se o Criador se distancia, permitindo que você cresça, você deixa de ansiar por Ele. Esta são às costas do Criador, já que o Seu “rosto” é a sensação da Sua bondade. O Criador mostra as suas “costas” para que o homem aspire a Ele.
Assim, o rosto do Criador está oculto dentro do lado oposto.

Não espere por mudanças de cima!
A única coisa que podemos pedir é a nossa correção.
Em cada estado é preciso estabelecer que você não quer nada para si mesmo, mas apenas cuidar do Criador, em todos os sentidos e pedir por isso.
É assim que entramos no estado de doação – acima da razão.

O estado espiritual é medido em relação à pessoa. O estado é o que ela avalia. Desejar mais do que você tem já é excessivo. Isso significa que você está infeliz com o que recebeu do Criador.
Este é um obstáculo no caminho de cada pessoa para a perfeição

O “Dia do Criador” é um estado onde tudo o que você quer é doar ao Criador. Sem resposta Dele, você só quer cuidar e fazer o bem a Ele – mesmo que ninguém nunca descubra, incluindo o próprio Criador, que todos os meus esforços foram para Ele, e o resultado esteja oculto.

Do Twitter, 08/06/18

Comente