Sentir O Mundo Fora De Si Mesmo

Laitman_931.02Pergunta: Por um lado, há o princípio “O juiz tem apenas o que seus olhos veem”. Por outro lado, é dito que não há nada ao nosso redor exceto a Luz branca que preenche tudo. Como podemos reconciliar esses dois princípios?

Resposta: Se você quiser entender isso, atenha-se a um princípio muito simples: usando a metodologia da Cabalá, una-se em grupos e tente sentir os outros. Você começará a sentir o mundo espiritual neles.

Suponha que eu sinta só a mim mesmo agora. Se eu sair dos meus próprios sentimentos e começar a sentir meus amigos de dentro, se eu fizer uma restrição (Tzimtzum Aleph) nos desejos “só para si” e entrar na qualidade de doação, vou sentir cada amigo como um ser espiritual, uma Sefira. Todos juntos se sentirão como um Partzuf que está cheio de Luz, chamado de Criador.

Juntos, a Luz, o Criador e a totalidade das Sefirot – tudo exceto meu “eu” animal – serão chamados de alma. Acontece que, junto com meus amigos, eu crio minha alma e cada um deles o faz em relação aos outros.

Pergunta: O que vou ver em um estado “fora de mim mesmo”?

Resposta: Você verá as forças que governam o universo inteiro agindo através de uma multidão de leis superiores: seu início, processo, efeito e conclusão. Esse entendimento permeia o seu desejo, preenchendo-o. Você percebe essa satisfação como o maior e mais elevado prazer de sua existência eterna.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/10/17

Comente