Como As Emoções Podem Ser Reconciliadas Com A Razão?

laitman_543.01Pergunta do Facebook: Como podemos reconciliar as emoções com a razão porque nossas emoções surgem como respostas a eventos de vida que estão longe da maneira racional como o mundo é conduzido?

Resposta: Nossas emoções não têm nada a ver com a razão. Elas se manifestam porque “saltam” do desejo. E o desejo é a nossa natureza inata.

A razão é um sistema adicional adquirido, projetado para coletar emoções, classificá-las, comparar, restringir, etc. Mas, geralmente, a razão é fraca diante das emoções; diante dos desejos, é secundária.

Pergunta: É possível restringir as emoções?

Resposta: Não faz sentido. Você tem que chegar a um estado em que suas emoções estejam equilibradas. Afinal, emoções negativas podem ser equilibradas com emoções positivas e você pode se sentir confortável com elas, porque emoções negativas e positivas irão trabalhar juntas para um objetivo elevado.

E você sabe que precisa de tudo isso. Você não está lutando contra a sua natureza ou as pessoas ao seu redor. Pelo contrário, você entra em um estado quando está em harmonia um com o outro. O mais (positivo) de uma pessoa é compensado pelo menos (negativo) do outro. Nós somos criados de tal forma que se todos nós nos conectássemos corretamente, formamos um sistema ideal, e todos os nossos prós e contras se encaixariam perfeitamente.

Pergunta: Então as vantagens e desvantagens estão espalhadas pelo mundo para se conectar?

Resposta: Esse é o problema. Nós não temos outra escolha. Nós tentamos fazer algo um com o outro, ficamos desanimados, vendo que nada ajuda, e finalmente morremos.

Mas, na verdade, precisamos ver que não podemos fazer nada sozinhos e devemos pedir ao Criador para nos ajudar. Então Ele brilhará sobre nós com a Luz superior, sob a influência da qual rapidamente nos reuniremos no mosaico correto e completaremos um ao outro.

Então teremos a combinação perfeita de todos uns com os outros. Todas as emoções negativas e positivas serão complementadas, cada pessoa será necessária para outra. É assim que alcançaremos a perfeição.

De KabTV, “Notícias com Michael Laitman” 24/04/18

Comente