Textos arquivados em ''

Meus Pensamentos No Twitter 05/06/18

Dr Michael Laitman TwitterA felicidade equivale à resolução de conflitos. Nós não a percebemos de outra forma. Dê tudo a uma pessoa, e ela ainda será infeliz. É preciso experimentar qualidades que são opostas à felicidade. Você não pode ter felicidade sem conflitos e problemas – sem aspirar à felicidade

Está escrito que a pessoa deve procurar como um velho homem curvado – mas procurar a unidade, em vez do mal. Somente ao visar apropriadamente a unidade, sentiremos ódio e repulsa por ela. Nós seremos forçados a enfrentar nossa debilidade e a necessidade de nos voltarmos ao Criador – ”Ajude-nos!” #Trabalhoespiritual_ML

Nós vemos nossa reflexão em todos visto que percebemos tudo em nosso ego. Nós vemos o mundo da maneira como descrevemos a nós mesmos. Na realidade, eu vejo a luz branca diante de mim, a perfeita qualidade de doação/amor. Neste contexto, eu atraio minhas próprias qualidades – meu reflexo fora de mim.

A correção da alma está em unir os desejos de doação no grupo.
Quando nos unimos verdadeiramente, sentimos o ato de doação, o Kli e o Criador preenchendo-o.
A dezena pode ser permanente ou aleatória.
O que importa é a luta para se unir apesar do egoísmo.
#Trabalhoespiritual_ML

Do Twitter 05/06/18

Indústria Da Moda/Varejo

Dr. Michael LaitmanDa minha página no Facebook Michael Laitman 05/06/18

Comprar roupas costumava ser um ritual. Você vai ao shopping com os amigos, passa a maior parte do tempo vendo vitrines, experimenta alguma coisa e discute se é a certa, para para tomar uma xícara de café e talvez compre algumas roupas também.

Muito mais do que combinar uma peça de roupa ao físico, era sobre o ritual social e a satisfação de uma necessidade emocional.

No entanto, os gigantes da tecnologia, como a Amazon e o Alibaba, enviaram seus longos tentáculos virtuais para revolucionar a compra de roupas como a conhecemos, transformando-a em outra experiência interessante. Hoje, basta estalar os dedos e as roupas de sua escolha, no tamanho e na cor corretos, já estão chegando à sua casa.

Até o final do ano passado, mais de 1.875 lojas de moda nos EUA anunciaram o fechamento, e cerca de 10.000 novas lojas estão previstas para fechar este ano: 53% a mais do que o número de fechamentos durante a crise financeira de 2008.

No entanto, a evolução das compras é apenas uma camada superficial do que está acontecendo. Nós, como seres humanos, estamos evoluindo também.

No centro de nossa evolução está o motor do desejo humano, que impulsiona todas as nossas escolhas e preferências, incluindo as roupas que vestimos. Em geral, podemos dividir todos os nossos desejos em dois grupos: desejos corporais como comida, sexo e abrigo, e desejos sociais, como status, honra e poder.

Então qual é a natureza do nosso desejo por roupas e moda e como ela está evoluindo?

Por um lado, a roupa pertence aos nossos desejos corporais: precisamos de roupas para manter nossos corpos aquecidos e confortáveis, para os quais nossos pijamas realmente prestam um ótimo serviço. Mas, ao mesmo tempo, nossas roupas também são nosso cartão de visita social: antigamente, apenas reis podiam ter roupas personalizadas, ocasiões em que os netos herdavam as roupas de seus avós e não se esqueciam de códigos de vestimenta profissionais que permaneceram conosco até hoje.

A moda se transforma e se adapta de acordo com a evolução do desejo humano e, portanto, reflete os desejos da sociedade como um todo. E onde está o nosso desejo nos dias de hoje? Está procurando por uma realização mais interna.

É por isso que está se tornando cada vez mais desafiador para os anunciantes nos vender a ilusão da beleza inatingível. Eles investem bilhões tentando comercializar a ideia de que você é um membro da classe B da sociedade, se você ainda não comprou a marca mais cobiçada. Mas isso está começando a não funcionar, pois eles estão perdendo o controle sobre o nosso desejo.

Muitos millennials, por exemplo, não estão mais entrando nesse jogo. Eles preferem usar algo simples e confortável, rejeitar rótulos e marcas, e principalmente querem que seu vestuário seja acessível. Da mesma forma, a aspiração de usar roupas caras de marcas de prestígio está desaparecendo em todo o mundo.

Nosso desejo está se desenvolvendo em um nível qualitativamente novo. A satisfação que procuramos é menos aparente e mais interna, menos material e mais espiritual. A geração mais jovem pode não saber exatamente o que está procurando, mas está começando a perceber que não está em sua aparência externa.

Impulsionados pelo desenvolvimento qualitativo do desejo humano, novas normas e valores sociais estão se formando gradualmente. O que costumava ser respeitado e prestigiado ontem está perdendo seu valor hoje. Assim, a moda como a conhecemos hoje acabará por desaparecer. Não nos esforçaremos mais para usar roupas que priorizem a aceitação social em vez da conveniência. Descobriremos gradualmente que nossos corações são o centro das atenções, e essa se tornará a nova moda global.

Sociedade De Pessoas Iguais

 Baal HaSulam, Os Escritos da Última Geração: Israel deve ser o primeiro entre as nações a assumir o comunismo internacional e altruísta. Deve ser um modelo que demonstre o bem e a beleza desse governo. Porque eles sofrem e sofrerão da tirania das nações mais que todas as outras nações, eles são como o coração que queima antes de todos os outros órgãos. Portanto, eles são mais adequados para adotar primeiro o governo apropriado.

Baal HaSulam fala sobre a criação de uma sociedade de pessoas totalmente iguais unidas em uma família comum que existe em um estado de garantia mútua completa. Este é um sistema socialista ideal que funciona segundo o princípio de “trabalhar de acordo com a capacidade da pessoa e receber de acordo com suas necessidades”.

Em uma sociedade altruísta, ninguém tomará mais do que precisa. No começo, ele não vai conseguir mais, e então vai parar de tomar o excedente.

As pessoas pensarão apenas no consentimento entre todos os membros da sociedade e na conexão em um sistema de interação no qual uma única força – um campo homogêneo e igual que preencherá todo o espaço entre elas – será revelada. Este campo será revelado entre elas não como sua derivada, mas como sua força inicial chamada Criador.

Pergunta: Essa é a percepção ideal de uma pessoa do futuro porque sua natureza primordial é egoísta?

Resposta: O método da Cabalá é baseado na correta aplicação do egoísmo. É devido à rejeição mútua, ódio e outras qualidades negativas que existem em todos em relação aos outros, que podemos usar para restaurar as propriedades positivas opostas acima delas.

De KabTV “A Última Geração”, 12/11/17

Quantas Forças Existem Na Natureza?

Laitman_632_3Pergunta: É possível destacar outras forças no poder superior da natureza?

Resposta: Não. Existe apenas um poder do Criador/natureza, que gerencia tudo em um único sistema com uma única força de doação. Toda a criação é baseada no poder oposto. O objetivo é manejá-lo, mudar sua direção e ingressar no Criador, corrigindo-o.

Pergunta: Mas o poder da criação também é um poder. Isso significa que já existem dois?

Resposta: Não. O fato é que não podemos simplesmente dividi-lo.

Nós precisamos entender se o egoísmo realmente existe. Parece que sim. Mas para quê? Ele existe para nos dar a oportunidade de adquirir a propriedade oposta de doação, amor e altruísmo. Quando chegamos lá, descobrimos que o egoísmo nunca existiu, apenas pareceu-nos que existiu para se elevar à propriedade de doação e amor.

Mas estas são todas palavras vazias até a própria pessoa experimentar isso.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/02/18

Blitz De Dicas De Cabalá – 11/12/17

Laitman_121Pergunta: Se você começa a ver e sentir que outras pessoas são um reflexo de suas características egoístas, esse sentimento de alguma forma se aplica ao mundo espiritual?

Resposta: Sim. Este já é um bom passo.

Pergunta: Por que o Criador dá desejos que me prejudicam? Como devo trabalhar com eles?

Resposta: Não há nada prejudicial no mundo! Você só precisa equilibrar uma coisa com a outra. Não é necessário restringir desejos ou rejeitá-los. Só é necessário equilibrá-los. Não há mal no mundo; há simplesmente bondade desequilibrada.

Pergunta: O Criador age em nosso mundo através de todas as pessoas para revelar Suas ações?

Resposta: Certamente

Pergunta: Você sente o público durante uma transmissão?

Resposta: Em geral, sim. Mas não é necessariamente o mesmo público que está na minha frente agora nas telas.

Pergunta: Se uma pessoa deve se tornar como o Criador, isso não é uma arrogância?

Resposta: Não há arrogância aqui. Esta é uma tarefa que o poder superior estabeleceu desde o início no momento da criação do desejo de receber e desfrutar para que ele se tornasse um desejo de dar prazer.

Pergunta: O que pode ser feito se alguém tem o desejo de doar e dar aos outros, mas de repente descobre que não tem nada para doar e dar?

Resposta: Você não deve dar nada aos outros além do seu desejo de doar. Tudo o mais está na natureza em quantidade e qualidade infinitas.

Pergunta: O que significa restringir o desejo?

Resposta: Significa que você não está pensando em si mesmo.

Pergunta: O que é amor? É possível sentir isso em nosso mundo, depois de alcançar e estudar a sabedoria da Cabalá, fora de um grupo, na vida comum de todas as pessoas?

Resposta: Amor é uma expressão de preocupação pelos outros mais do que por si mesmo. Isso é tudo. É muito simples.

Pergunta: Se uma pessoa faz algo ruim, isso significa que o Criador, e não as forças do mal, queria que ela fizesse isso?

Resposta: Não podemos esclarecer isso. Para fazer isso, devemos entrar em um sistema onde podemos ver exatamente como o Criador age através de nós.

Pergunta: A ocultação do Criador depende das minhas ações, ou o Criador se oculta?

Resposta: Nós ocultamos o Criador através de nossas características opostas.

Pergunta: A ocultação da rede de forças que nos maneja pertence a uma das três razões para a ocultação do Criador?

Resposta: Todas as três razões para a ocultação funcionam em nós simultaneamente, às vezes uma é mais, e às vezes outra.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/11/17