Trampolim Para A Doação Desinteressada

laitman_260O mais importante é sentir a necessidade da ajuda do Criador. Nós nascemos completamente desconectados da força superior, como animais, e não sentimos nenhuma necessidade do Criador. Ele não está incluído em nenhum dos nossos desejos egoístas. Em toda a nossa existência neste mundo, não encontramos nenhuma necessidade Dele.

Nós tentamos construir o mundo inteiro, todo o seu sistema, a família, a sociedade e o meio ambiente, somente através do poder do nosso egoísmo. Tentamos conquistar a natureza para nos sentirmos confortáveis ​​e colocar tudo ao nosso serviço.

É assim que nos desenvolvemos. Nosso egoísmo nos empurra na direção completamente oposta do Criador. Se precisamos do Criador, é apenas para tirar proveito Dele. As pessoas sempre tentaram conseguir o apoio das forças da natureza, como o sol e a lua. Se houver um poder ainda maior, então seria bom colocá-lo a nosso serviço, para o nosso benefício.

No entanto, quando falamos sobre precisar da ajuda do Criador, isso significa algo bem diferente. Não é que o Criador venha e nos forneça preenchimentos ​​egoístas agradáveis, boas sensações e vidas confortáveis. Todas as supostas práticas “espirituais” que proporcionam à pessoa a sensação de estar separada de cuidar de si mesma também visam fazer com que ela se sinta melhor e mais confortável, livre do fardo das experiências egoístas. Esta é apenas uma maneira mais engenhosa de usar egoisticamente todas as forças da natureza, como se incluísse também a força superior.

A sabedoria da Cabalá é única porque exige uma quantidade especial de paciência de uma pessoa em antecipação à ajuda do Criador. Você precisa ser paciente e tentar ver o trabalho do Criador em você, ouvindo atentamente sua voz interior. É assim que a pessoa começará gradualmente a descobrir que pensa constantemente sobre si mesma: que lhe falta satisfação, compreensão e sucesso. Onde está o prometido Criador que deveria me preencher?

Estes são os requisitos naturais que aparecem em todos nós. Nós temos que passar esses estágios no caminho para a verdadeira correção. O próprio Criador desperta em nós essas perguntas e reivindicações, até nos cansarmos de pensar em nós mesmos. Nós nos desesperaremos com a impossibilidade de realizar nossos planos egoístas e começaremos a esperar que recebamos a satisfação se direcionarmos nossos pensamentos na direção oposta, na única direção possível: ao Criador.

Ainda é uma intenção egoísta, mas já começamos a descobrir que o preenchimento só pode vir do cuidar do próximo, dos amigos. Esta é doação em prol da recepção, mas ainda é um grande progresso em direção à espiritualidade.

Desesperados em nos preenchermos com nosso próprio conhecimento, conquistas, sensações, pensamentos, “eu, eu, eu!”, nós começamos a sentir que há uma oportunidade de nos preenchermos se pensarmos nos amigos ou no Criador. Se não há preenchimento na recepção, pode haver na doação, no cuidar do próximo? Isso é doação egoísta, mas eu ainda saio parcialmente e começo a ser incluído nos outros. De qualquer forma, penso no que eles precisam para dar a eles e me preencher deste modo.

Aqui, uma nova atitude e trabalho nascem: todos se importam com os outros, vendo que esta é a única maneira de se preencherem. Inconscientemente, ainda pensamos em nós mesmos, mas já entendemos que sem os amigos, não seremos satisfeitos. Além disso, não tentamos mais usar os outros diretamente para o nosso próprio benefício. Em vez disso, nós os usamos indiretamente, tentando fazer o bem a eles, porque a doação nos deixa satisfeitos. Nós vemos que esta é a nossa única chance de sucesso. Se, em vez de receber, eu doar e cuidar dos outros o tempo todo, então me preencherei com essa preocupação. Isso é chamado de “doar em prol de receber”.

Minha salvação dos meus próprios problemas está nos pensamentos no Criador: eles me desconectam da ansiedade constante sobre mim mesmo, o vazio interior, o desamparo e a dúvida. É assim que começamos a sentir a oportunidade de nos erguermos pela fé acima da razão e alcançarmos a doação. Mesmo se eu ainda doo para o meu próprio bem, já é um trampolim para a doação pura.

Muitos não têm paciência e não esperam até que o Criador cuide deles, levando-os para este tipo de doação, isto é, para receber um preenchimento. Nós devemos entender que esse tipo de doação difere da doação egoísta do mundo corpóreo, visto que a última não pode ser chamada de doação, porque ainda vem do desejo de receber mais, embora por meio de uma rota alternativa.

Aqui, nós nos movemos para doar em prol de receber depois de uma grande decepção, certificando-nos de que é impossível ser preenchido por meio da recepção. Portanto, nós queremos nos livrar desses desejos, pôr fim a essa abordagem da vida. 1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabala de 25/04/18, Lição sobre o Tópico: “Revelando a Necessidade da Ajuda do Criador na Dezena” (Preparação para a Convenção “Todos Como Um”, Nova Jersey, 2018)
1 minuto 00:00 às 15:00

Comente