Por Que As Nações Do Mundo Odeiam Os Judeus?

laitman_293Baal HaSulam, Os Escritos da Última Geração: É um fato que Israel é odiado por todas as nações, seja por razões religiosas, raciais, capitalistas, comunistas ou cosmopolitas, etc. É assim porque o ódio precede todas as razões, mas cada um simplesmente resolve sua aversão de acordo com sua própria psicologia. Nenhum conselho ajudará aqui, exceto iniciar o comunismo internacional, moral e altruísta entre todas as nações.

Pergunta: Por que as nações do mundo têm esse sentimento de ódio contra Israel?

Resposta: As nações do mundo sentem seu próprio egoísmo vazio, seus próprios desejos não realizados e, ao mesmo tempo, sentem que o cumprimento desses desejos deve vir através da nação de Israel. Uma vez que não está chegando, elas consideram os judeus como o problema número um em suas vidas. Elas conectam todo sofrimento com o que percebem como não lhes dando o suficiente, não lhes trazendo para aquilo que consideram uma necessidade.

Pergunta: Por que as nações do mundo intuitivamente sentem esse ódio, mas Israel não sente o que é desejado deles?

Resposta: Até que ponto as nações do mundo odeiam Israel é o quanto Israel odeia a Cabalá. Nós vemos isso no exemplo do Baal HaSulam. Os Cabalistas eram sempre indesejados, não amados e submetidos ao exílio.

A causa do ódio em ambos os casos é a mesma: o desejo de alcançar o Criador, em direção à adesão com o Criador. Isso é odioso para a nação de Israel e ainda mais para as nações do mundo porque as conduz a um caminho completamente oposto ao do nosso mundo.

As nações do mundo odeiam Israel por seu esforço geral rumo à revelação do mundo superior, e a nação de Israel odeia os Cabalistas por seu esforço específico e individual em direção a isso.

Essa fórmula existirá até o momento em que um certo ponto de virada seja alcançado e as pessoas entendam que, na verdade, são os Cabalistas que têm a solução para o problema, a chave para isso.

O judaísmo deve apresentar algo novo para as nações. Isto é o que elas esperam do retorno de Israel à terra! Não é em outros ensinamentos, pois nunca inovamos. Neles, sempre fomos seus discípulos. Pelo contrário, é a sabedoria da religião, justiça e paz. Nisso, a maioria das nações são nossos discípulos, e essa sabedoria é atribuída somente a nós.

Por “judaísmo”, Baal HaSulam queria dizer a Torá, a Cabalá. “… Retorno de Israel à terra…” significa a ascensão ao mundo superior – à Bina.

De KabTV “A Última Geração”, 20/11/17

Comente