Amor Por Amor

laitman_527.02Pergunta: O amor é o sentimento mais forte e pelo qual vale a pena viver. O que você acha disso?

Resposta: Eu concordo. Satisfaz a pessoa por um tempo.

Pergunta: Isso significa que o amor não pode ser um eterno sentido da vida?

Resposta: Claro que não. A vida acaba e o amor acaba. Hormônios mudam e o objeto do amor muda. Cada pessoa durante toda a vida pode ter muitas dessas paixões.

Pergunta: O amor é o maior prazer, acima de poder, dinheiro e assim por diante?

Resposta: Depende da pessoa. Algumas pessoas gostam de dinheiro, para outras o amor pelo amor prevalece, que é o amor pelos hormônios, algumas gostam de música e assim por diante. É uma questão da necessidade interior de uma pessoa.

Pergunta: Será que uma pessoa quer ser amada ainda mais do que quer amar?

Resposta: Em nosso mundo, satisfazer necessidades hormonais é chamado de amor. Tudo começa e termina dentro de uma pessoa. Não é sobre alguém externo. Se eu tenho algum tipo de necessidade hormonal em relação a essa pessoa externa, sinto-me atraído por ela e, se não tenho essa necessidade, não me sinto atraído.

Portanto, o amor no nível corpóreo não tem nada a ver com espiritualidade. Na Cabalá, o maior prazer é o amor pelo Criador.

Pergunta: Se, de acordo com a Cabalá, o sentido da vida está em alcançar o amor ao próximo, isso significa que o amor é o sentido da vida?

Resposta: Não. O sentido da vida está em alcançar sua raiz através do amor, isto é, em alcançar seu criador. E isso é alcançado através do amor ao próximo e do amor ao próximo ao amor pelo Criador.

Amar o Criador significa desfrutar do fato de que Ele lhe preenche.

Da Lição de Cabalá em Russo 28/01/18

Comente