Textos arquivados em ''

Abrir Espaço Para O Criador

laitman_260Nós devemos tentar atribuir tudo o que vem a nós – tudo o que sentimos, que é despertado na mente e no coração, o mundo inteiro ao nosso redor – a uma única força, além da qual não há mais nada.

Tudo vem dessa força boa e benevolente, com o único propósito de nos conectarmos com tudo o que acontece com essa única fonte e, ao fazê-lo, revelá-Lo.

Se atribuirmos tudo a uma única força superior, deixaremos de controlar nossas ações, pensamentos e desejos, pois todos os nossos pensamentos e desejos, todos os nossos esforços, visam apenas anular a nós mesmos, abrindo espaço para o “não há outro além Dele”.

Então nós O revelamos no desejo de doar, em novos órgãos sensoriais, nas qualidades de Bina. Assim, mesmo que não tenhamos uma camisa, não precisamos dela – apenas para ter auto anulação que nos permita revelar o Criador.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 26/03/18, Escritos do Rabash, Por Que Precisamos ‘Responder A Teu Coração’, Para Saber Que O Senhor, Ele É Deus, No Trabalho”

Realizar Um Despertar De Baixo

laitman_276.05Nós valorizamos esses estados quando estamos cheios de força, conhecimento, sentimentos, energia, felicidade e inspiração. Mas não levamos em conta que tudo isso chega até nós do Alto, da Luz. Quando a Luz desaparece e o Criador não dá tudo isso do Alto, mas exige que façamos o nosso próprio trabalho de baixo, para que nós mesmos O coloquemos para nos governar, tornando-nos Seu povo, então nos organizamos como o povo escolhido pelo Criador.

E este trabalho é feito exatamente em tais estados quando nos sentimos insignificantes, vazios, sonolentos, com um coração surdo, impotentes para fazer algo por causa da sensação de peso na alma e em todo o corpo. É então que temos a oportunidade de realizar o “despertar de baixo” sem o “despertar do Alto” ​​para nos tornarmos o povo do Criador. *

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 22/03/18, Escritos do Rabash
* ( Minuto 54:00)

Trabalhar Com A Fé Acima Da Razão

laitman_213Agir em “Lishma” significa com a força da fé. Isto é, estando em ocultação, eu não vejo e não entendo nada, e especificamente isso me permite elevar-me acima deste mundo, acima do meu conhecimento, acima da primitividade, limitado em relação à mente espiritual. Portanto, precisamos de algum tipo de mecanismo de elevação para poder passar para o outro nível de existência e percepção da realidade.

Para elevar-se a outra dimensão, sair do sistema de coordenadas tridimensional familiar, libertar-nos de suas limitações e passar para uma percepção nova e mais ampla da realidade, precisamos de novos instrumentos de percepção que sejam chamados de “fé acima da razão”.

It is impossible to understand with our earthy mind what it is, because we are incapable of existing in a non-dimensional space and seeing what disagrees with our internal program. Therefore, it is written, “Taste and see that the Creator is good.” This can be achieved only with the force of faith.*

É impossível entender com a nossa mente terrena o que é, porque somos incapazes de existir em um espaço não-dimensional e ver o que discorda de nosso programa interno. Portanto, está escrito: “Prove e veja que o Criador é bom”. Isso só pode ser alcançado com a força da fé.

Com Gratidão ao Criador pela Criação

Se uma pessoa avança para “Lishma” desejando trabalhar com a força da fé acima da razão, com a chamada “devoção da alma”, então, mesmo antes de alcançá-la, apenas aspirando a isso, ela dá grande contentamento ao Criador. É ainda maior do que será depois de suas realizações espirituais subsequentes.

É como um bebê que dá mais prazer ao pai e à mãe do que um filho adulto. Afinal, o adulto age com sua mente, seus cálculos, enquanto o bebê age com sua devoção ingênua, que é muito atraente e toca os pais.

Portanto, devemos valorizar muito a oportunidade que nos é dada, de simplesmente falar, pensar ou ler sobre conceitos espirituais que estão acima do nosso mundo. Este é um grande privilégio. Muitas pessoas chegam a isso, tentam e vão embora. Além disso, elas começam a difamar esse método.

As pessoas não entendem o mal que causam a si mesmas falando mal da Cabalá. Afinal de contas, o Criador propositalmente organizou toda a criação, todos os mundos e uma alma comum a fim de trazer a criação ao Seu grau. E elas negligenciam todo este sistema, este método, todas as condições preparadas pelo Alto. Acontece que elas atacam toda a criação criada para elas pelo Criador.

Se uma pessoa simplesmente ainda não está pronta e não sabe nada sobre a Cabalá, ok. Mas aquela que já se familiarizou com ela e tocou essa sabedoria e, depois, saiu e começou a difama-la, com isso ela mostra desrespeito pelo Criador. **

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 26/03/18, Escritos do Rabash,, “Santificação do Mês”
* ( Minuto 12:50)
** ( minuto 14:55)

Nova Vida # 965 – Pioneirismo Espiritual

Nova Vida # 965 – Pioneirismo Espiritual
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Resumo

Os pioneiros espirituais são aqueles que querem trazer amor a todos ao alcançar a adesão com a Força Superior. É aqui que reside a Shechiná, a rede de comunicação que é construída entre nós a partir da conexão de nossos corações e desejos. A sabedoria da Cabalá explica como alcançar este grande objetivo da existência. Em vez de quebrar pedras para construir um Estado como os pioneiros anteriores fizeram, os pioneiros espirituais devem quebrar seus corações para conectá-los uns aos outros e ao Criador.

De KabTV “Nova Vida # 965 – Pioneirismo Espiritual”, 13/02/18