Suba Ao Nível Do Criador

Laitman_177.06Nós devemos chegar ao primeiro grau espiritual chamado “um embrião”, que é quando a pessoa se anula completamente, quer estar à mercê do Criador e quer revelar a verdade, o primeiro grau de sua existência, a primeira verdade da natureza. Ao revelar isso, ela entra no primeiro contato com o Criador.

Após a entrada na onipresença do Criador, ela começa a trabalhar com seu egoísmo, entendendo que seu egoísmo é uma aquisição muito preciosa e valiosa. Graças ao egoísmo, ela sente resistência ao Criador e começa a se construir em equivalência com Ele, superando essa resistência.

Em qualquer mecanismo, seja inanimado, vegetativo, animado, humano, ou em um sistema artificial criado por nós, sempre existe uma ação e uma contração, mais e menos, entre as quais são possíveis várias relações e a construção de vários sistemas. É o mesmo com o Criador.

Por um lado, Ele nos controla completamente e, por outro lado, nós nos impedimos de concordar com isso e desejamos alcançar a equivalência com Ele.

“Você me controla? Tudo bem, mas eu faço a primeira restrição (Tzimtzum). Eu coloco uma barreira entre nós e digo: ‘Eu farei tudo o que vier de você, mas somente na medida em que concorde com a maneira como Você me controla”.

Existe uma solução interessante para o problema: o Criador nos dá a oportunidade de primeiro entender se Ele é correto, perfeito e onipotente. Ele nos dá a oportunidade de explorá-Lo. Na medida em que eu tomo a decisão de ser como Ele, eu O deixo dominar. No entanto, este não é Ele, mas é como se eu fizesse, isto é, eu crio o Criador fora de mim.

Esta não é uma metodologia simples, mas nos eleva ao nível de equivalência absoluta com o Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/11/17

Comente