Responsibilidade Por Cada Palavra

laitman_209Pergunta: Existe uma diferença entre um professor e um professor na Cabalá?

Resposta: Há um professor na Cabalá, e há também seus assistentes que ensinam certos aspectos da Cabalá. Mas, de qualquer forma, tudo vem de um professor que define a direção geral e o espírito de desenvolvimento. Seus assistentes o informam, mas cada um ensina separadamente.

Pergunta: Será que o professor se sente responsável por cada palavra que diz aos alunos?

Resposta: Absolutamente. Ele pode passar esse conhecimento apenas na medida em que acredita que é verdadeiro, e que o experimentou, e sofreu por ele. O conhecimento pertence a ele, o que significa que pagou por ele.

Da Lição de Cabalá em Russo 10/01/17

Um Comentário

  1. O problema de se ensinar matemática é que a matéria não tem um assunto, e isso já dificulta o ensino. Não que não haja uma linha cultural de conhecimento que a justifique, mas a maioria dos professores são de fato mal preparados. Veja, muitos ensinam matemática de forma totalmente mecânica, sem exemplos no cotidiano, nem mesmo citando a importância dela na história e sua utilidade em determinadas carreiras. Vira uma coisa tão maçante que mata qualquer um. No final, só se torna bom em matemática quem já é predisposto ou se interessa por alguma área de exatas e específico, como física, astronomia, por exemplo. No meu caso, só despertei meu interesse pela física devido meu fascínio pela eletrônica. Não foi graças a professor. O mesmo para português. Quase não se estuda a literatura nacional e portuguesa, fica somente naquelas aulas chatas sobre regras oxítonas, paroxítonas e proparoxítonas mas não se tem o principal, a estrutura da própria língua, a literatura, para aprender. Vira um processo mecânico também. Ninguém aprende a escrever bem decorando regras, e sim aprendendo a ler, principalmente obras que prestam. E pensando bem, todas as aulas são assim. No fim a culpa é do próprio método de ensino, que além de ser um lixo ainda consegue ser piorar, justamente pelas pessoas que mais odeiam o conhecimento, e que se mantém no poder graças a falta dele na maior parte da população.

Comente