O Grupo Como Um Modelo De Humanidade Em Miniatura

935Os Cabalistas nos aconselham a se unir em grupos que se tornarão um modelo de humanidade em miniatura, um Adão em miniatura, porque então as leis da comunicação funcionarão entre as pessoas como costumava ser antes do pecado de Adam HaRishon. Desta forma, nós atrairemos a Luz superior, que nos influenciará ainda mais e nos unirá.

Parece que queremos avançar no tempo. Pelo curso natural da evolução, a Luz superior nos pressionará e nos unirá em apenas algumas centenas de anos a partir de agora. E nós queremos que isso aconteça agora mesmo!

É por isso que executamos todas as ações exigidas, como crianças pequenas que jogam e se desenvolvem jogando. Da mesma forma, queremos construir um grupo no qual as leis do fim da correção sejam realizadas.

A Luz influencia o grupo em resposta aos nossos esforços, nós a compelimos. De acordo com as leis da natureza, nós despertamos a Luz superior para nos influenciar mais e avançar na medida dos nossos esforços e da força do nosso desejo. Então, nós aceleramos o tempo de desenvolvimento. Esta é a essência do método da Cabalá.

O desejo de amar o próximo como a si mesmo, que é a lei do fim da correção, torna-se nosso objetivo diário.

Da 3ª parte da Lição diária de Cabalá 06/03/18, Lição sobre o tema: “Preparação para Pessach”, Parte 2

Comente