Workshop: Análise De Reações Pessoais

Dr. Michael LaitmanPergunta: Se eu falo em um wokshop, sou eu quem doa e os outros são aqueles que recebem? Ou é o contrário: quando eles falam, eu os percebo como os maiores do mundo?

Resposta: Não necessariamente. Eu posso falar e, ao fazê-lo, ser aquele que recebe e não o que doa. Isso é tudo muito condicional; depende das intenções do indivíduo.

Pergunta: O mais difícil é ouvir alguém. Se eu vejo uma pessoa pela primeira vez, como posso elevar sua grandeza de modo a poder ouvi-la?

Resposta: Eu devo imaginar-me existindo na zona da influência do Criador e Ele, através dos meus amigos, está me dirigindo. É por isso que estou interessado, primeiro, no que o amigo está dizendo e, segundo, em como reajo a isso.

Pode ser que eu reaja positivamente, com amor, carinho, perdão, ou talvez reaja com críticas, insatisfações e ódio. Eu observo minhas reações, e desta forma me elevo acima delas e acima de tudo que os amigos estão dizendo rumo à unidade com eles.

O Criador está me mostrando meu estado atual. E não importa o que cada um no círculo está dizendo, mesmo que isso me pareça desagradável ou odioso, eu devo, apesar dessas sensações, alcançar um sentimento de amor por eles, mesmo que estejam dizendo as coisas mais desagradáveis. Porque eu não estou olhando para eles, mas para o Criador que está falando por eles.

Pergunta: Digamos que eu observo obedientemente a minha reação ao que eles estão dizendo. O que devo fazer com essas observações?

Resposta: Analise-as para ver o quanto você está concordando ou discordando deles, então tente, por suas respostas, elevar-se acima de seu egoísmo.

Da Lição de Cabalá em Russo, 22/10/17

Comente