O Sistema Vivo

75.01O sistema espiritual funciona de forma especial. No mundo material, estamos acostumados ao fato de que mesmo os maiores sistemas são construídos em um princípio mais primitivo onde qualquer elemento executa sua função autônoma.

Por exemplo, um carro tem seu radiador, carburador, pistões e cilindros, e cada detalhe funciona como foi projetado inicialmente sem alterar sua função de acordo com as novas condições.

Os sistemas espirituais têm muito menos elementos: 5 x 5 x 5, mas o problema é que ao mudar seu grau relativo à Luz do infinito, eles mudam seus atributos, como está escrito: “Mudar seu lugar provoca a mudança de sorte”.

Essa é toda a complexidade.

Caso contrário, todo O Estudo das Dez Sefirot (TES) poderia ser explicado em vinte páginas. Mas o problema é que há subidas e descidas espirituais pelas quais os atributos mudam, e isso nos confunde.

Se Partzufim espirituais sobem ou descem, eles podem mudar seu comportamento anterior. É impossível dizer sobre qualquer das cinco Sefirot, se esta é Hochma ou Hassadim (Bina), porque isso depende do que está acima e abaixo delas, o que elas vestem e a quem devem doar.

Nenhuma existe por si só. Portanto, cada uma pode desempenhar as funções de todas. Não existe tal coisa em nosso mundo! No entanto, todo o sistema espiritual é criado a partir de um único desejo de desfrutar, e tudo o mais neste sistema depende da maneira como ele é usado.

As Luzes entram no sistema e começam a organizá-lo de acordo com suas qualidades. Tudo depende da posição do Partzuf ou mesmo de sua parte em relação a outros Partzufim. Isso é impossível de entender com a nossa mente; deve passar por nossos sentimentos e então veremos que esse sistema está vivo.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 25/01/18, Talmud Eser Sefirot, Parte 10, “Tabela de Respostas por Tópicos”, Item 149

Comente