Como Neutralizar A Negatividade Do Facebook

Zuckerberg e sua equipe estão gradualmente se tornando conscientes do impacto que sua criação tem sobre as pessoas. O Facebook não nega que isso possa fazer com que as pessoas dependam e espalhem notícias falsas (Ziff Davis, LLC).

Agora ele também admitiu que as redes sociais podem influenciar diretamente a democracia e não da melhor maneira (NPR).

Nada pode ser feito aqui. O meio mais poderoso de influenciar o mundo é muito lucrativo. Na verdade, uma rede social pode “instalar um novo software” em qualquer pessoa com ou sem a sua consciência.

Uma pessoa é um ser social; ela tem “botões” e “molas” que agem inconscientemente, mas muito eficazmente. Portanto, não importa o que a rede social diga, que pecados ela confessa, ela nos domina e decide por nós como olhamos para o mundo.

Na verdade, uma rede social não é apenas uma plataforma da Internet, mas a ponta do iceberg. Graças a ela, a “pesada” propaganda ideológica é substituída por um tratamento psicológico discreto e muito mais poderoso. Ele penetra profundamente no inconsciente e implanta uma atitude em relação à vida. Todo o resto é derivado disso.

Como resultado, uma pessoa aceita tudo o que o sistema está lhe alimentando e continua sendo um consumidor eterno em sua estrutura.

É hora de reconhecer o mal que os arquitetos das relações “corretas” de voz meiga nos oferecem. Nossa interligação deve crescer a partir do calor do coração, e não de uma instituição de caridade exemplar. Os anúncios apelativos e belos gestos ajudam a “domar” o nosso egoísmo, mas não fazem nada para corrigi-lo.

A única maneira de escapar dessa influência é escolher conscientemente outro “programa”, outros critérios de interação e assistência mútua. Com a ajuda do método da Cabalá, podemos criar uma rede social de corações, não de usuários. Podemos realmente melhorar a sociedade em que vivemos e, certamente, sem danos à democracia.

Comente