Meus Pensamentos No Twitter, 15/12/17

twitterO pensamento é a maior força na criação. Mas não vemos como os pensamentos determinam que tudo aconteça. Estudar Cabalá nos permite ver a rede de #forças permeando e governando o mundo. Além disso, ela revela como controlamos o mundo com nossos pensamentos, conscientemente ou não.

O Criador é você corrigido, porque você é feito oposto ao Criador, a qualidade de amor incondicional e doação. Nós nos estudamos para nos corrigir ao contrário e receber equivalência com o Criador. A Cabalá é um trabalho #espiritual.

#Chanuca é uma parada no meio caminho, desde o ego (Malchut) até a qualidade de doação (Bina) e rumo à perfeição (Keter). Nós celebramos Chanucá como uma separação completa do estado egoísta anterior, e como um ponto firme para o estado de completa correção espiritual.

Como podemos ver o #futuro? Todos os estados existem, nós só precisamos aprender a vê-los! O futuro muda de acordo com a nossa atitude em relação a ele. Um Cabalista sabe que a natureza/o mundo não pode ser mudado, mas uma pessoa pode mudar a pedido. Como você aguenta os estados? Não aguente – divirta-se!

A discordância é necessária para desenvolver maior equilíbrio e #unidade. A regra da superação da discordância: ninguém está certo, a decisão certa consiste em se elevar acima da discordância. A garantia mútua oferece a oportunidade de se elevar constantemente acima das revelações da discordância.

O #egoismo difere do altruísmo pela intenção: eu quero fazer algo para mim ou para você. Eu posso abraçá-lo, e seria para mim, ou posso espancá-lo, mas seria para você. Não é a ação, mas a intenção que determina a essência de uma ação.

Nosso caminho compreende dois estágios: preocupação por si próprio (Lo Lishma, para si mesmo) e preocupação pelos outros (Lishma, pelos outros). Nessa medida e somente através dos outros eu preencho o Criador de acordo com a regra “do #amor aos outros ao amor do Criador”, “Ele está entre o Seu povo” – então Ele é revelado.

Ao subirmos para o nível espiritual, nós adquirimos o desejo de doar, além do nosso desejo de receber inicial, e podemos nos equilibrar entre eles. Ao combinar corretamente esses dois desejos de receber e doar, criamos a partir deles um terceiro componente chamado “o humano”.

Feliz #Chanuca, o feriado da luz! Que ele seja fácil, agradável e caloroso! Vamos abrir nossos corações uns aos outros e nos aproximarmos da luz, da qualidade de amor e doação!

Do Twitter, 15/12/17

Comente