Existem Pensamentos Aleatórios?

Laitman_727Pergunta: A coleção de nossos sentimentos e emoções é predeterminada ou eles podem ser desenvolvidos? Em caso afirmativo, quem os desenvolve: o indivíduo ou a sociedade?

Resposta: Durante o curso da vida, a pessoa não escolhe nada; ela não tem livre arbítrio. Ela gradualmente se move através de várias experiências que lhe são dadas, de modo que acaba por adquirir certa quantidade e qualidade de experiências e chega à sua correta diferenciação e realização.

Isso pode durar muitas vidas até que ela acumule a quantidade necessária de experiências. Então ela vem para a Cabalá.

O conjunto de todas as coleções de sentimentos e reações da pessoa a diferentes eventos é determinado antecipadamente. Não há nada aleatório em nenhum nível da natureza, nem mesmo o menor detalhe. Porém, para o indivíduo, é confuso: parece que ele faz algo, influencia alguma coisa, então, de repente, algo acontece acidentalmente. Não há acidentes; tudo é completamente predeterminado!

Pergunta: Portanto, um pensamento é produto de um desejo dentro de mim. Eu posso pensar apenas no que eu quero?

Resposta: Sim. Os pensamentos sempre orientam você para uma nova realização. O que você quer é o que você pensa.

Pergunta: Às vezes, alguns pensamentos estranhos vêm à minha cabeça, sobre os quais não tenho controle. Digamos que estou sentado em uma lição e, de repente, lembro-me como há seis anos naveguei em um navio ou dirigi em algum lugar em um carro. Não está claro de onde esses pensamentos vêm?

Resposta: Há um contínuo rearranjo, classificação, conexão e ordem de nossos pensamentos que acontecem dentro de nós – não há nada aleatório nesse processo. É possível que pareça completamente incompreensível ou desnecessário para você, mas só parece assim. Na realidade, não é “o navio” ou “há seis anos”, mas sim os dados que são registrados em compartimentos específicos da memória sensorial e mental, de modo a conduzi-lo a alguma sensação espiritual.

Pergunta: Como você trabalha com isso?

Resposta: Você não trabalha. Você deve continuar avançando apenas com o que lhe é apresentado no dado momento. Estes não são distúrbios, são o que há neste momento. Não preste atenção e, no contexto de tudo isso, continue focando apenas em uma coisa: classificar seus pensamentos, sentimentos, e dirigi-los ao objetivo de se conectar com os outros, a fim de revelar a força geral da unidade chamada Criador.

Então você entrará em um nível onde tudo irá se abrir para você e você entenderá todos os detalhes, todas as conexões, tudo o que existe.

Da Lição de Cabalá em Russo 13/08/17

Comente