Existe Amor Sem Uma Causa?

627.2Pergunta: A palavra “amor” deve ser substituída por “equilíbrio entre forças opostas” ou “harmonia entre doação e recepção”?

Resposta: Existem dois tipos de amor: o amor ao eu e o amor do outro ou amor interno e externo.

Se o amor é dirigido a si mesmo, então esse é o mesmo egoísmo. Eu adoro comer bem, beber um bom vinho, me preencher com prazer sexual, viajar, brincar com meu filho, e assim por diante. Tudo isso não é senão manifestações do egoísmo. Eu amo o filho porque ele é meu; como eu me amo, eu também o amo.

Por que isso deveria ser chamado de certo tipo de amor? Eles são simplesmente manifestações do egoísmo. Naturalmente, ele também é muito agradável e prazeroso para a pessoa; há inclusive muitas das chamadas demonstrações de sacrifício pessoal. Mas, o indivíduo certamente paga por isso.

Pergunta: Pode-se dizer então, do ponto de vista Cabalístico, que assim como há ódio sem causa, há amor sem causa?

Resposta: O amor não pode ser sem causa. É simplesmente necessário identificar onde está a causa. Mesmo que se chame de amor sem causa, isso significa que não fizemos o esforço nem somos capazes de identificar sua causa, ou a causa está acima do nosso egoísmo e é por isso que chamamos isso.

Da Lição de Cabalá em Russo, 06/08/17

Comente