“E Subindo Moisés Ao Monte”

laitman_740.03Torá, Êxodo 24:15 – 24:18: E subindo Moisés ao monte, a nuvem cobriu o monte. E a glória do Senhor repousou sobre o monte Sinai, e a nuvem o cobriu por seis dias; e ao sétimo dia chamou a Moisés do meio da nuvem. E o parecer da glória do Senhor era como um fogo consumidor no cume do monte, aos olhos dos filhos de Israel. E Moisés entrou no meio da nuvem, depois que subiu ao monte; e Moisés esteve no monte quarenta dias e quarenta noites.

“E subindo Moisés ao monte” e desapareceu na nuvem significa que ele tinha atingido completamente a propriedade de Bina (a 40a propriedade). Quarenta é o nível de Bina com respeito a Malchut. A doação absoluta e completa é o primeiro estágio geral da ascensão de uma pessoa.

Pergunta: Por que Moisés entra na nuvem?

Resposta: Entrar na nuvem simboliza a entrada do poder do Criador nesta fase. E, em seguida, ao longo de 40 anos, Moisés sobe plenamente nesta fase e completa o trabalho antes da entrada do povo à “Terra de Israel”, no próximo estado. “E Moisés esteve no monte quarenta dias e quarenta noites”, porque não há dia sem noite e não há noite sem dia. A pessoa deve primeiro mergulhar na noite, em todas as qualidades egoístas opostas e expressá-las, e só então, com a ajuda da Luz, pode corrigi-las nas propriedades de Bina. Portanto, “e houve tarde, e houve manhã, o primeiro dia” significa que tudo começa à noite.

Moisés recebeu as tábuas, a Torá e os mandamentos; ele desceu do monte e começou a trabalhar. Isso significa que a pessoa se elevou ao seu mais alto nível, foi absorvida, apareceu no mundo como um recém-nascido, e agora precisa elevar ao novo mundo.

Para chegar a este estado, ela recebe uma instrução: uma Luz de correção que aguarda até que a pessoa precise dela.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 07/01/13

Comente