O Caminho Do Caos À Harmonia, Parte 1

laitman_423.03Pergunta: Caos e desordem fazem parte da nossa vida. Normalmente, uma pessoa se esforça para determinar as leis e colocar tudo em ordem, mas a natureza sempre nos deixa fora de equilíbrio e mergulha no caos. Por que a nossa vida está constantemente fora de controle e nosso mundo se move em direção a uma desordem em constante crescimento?

Resposta: A sabedoria da Cabalá afirma que, de fato, nós existimos no Mundo do Infinito, em uma Luz sem fim, em um sistema ideal, organizado de forma ideal. Esse sistema é constante e nunca muda porque é absolutamente perfeito.

O sistema é chamado de Mundo do Infinito porque não tem limites e está em uma ordem ideal e imutável, sem necessidade de corrigir ou alterar qualquer um dos seus elementos. Mas uma pessoa existente neste sistema deve mudar constantemente. Nós temos genes informativos, registros (Reshimot) de impressões, estados, desejos e pensamentos que estão sendo constantemente atualizados.

Uma espiral de tais registros sobre pensamentos (isto é, impressões na mente) e desejos (impressões no coração) está constantemente se desenrolando em uma pessoa e ela está mudando. Portanto, parece-nos que o mundo está mudando, o que, de fato, é imutável. Nós vemos uma Luz constante, linda e infinita diante de nós, mas nossa percepção muda o tempo todo.

Se abordarmos a Luz em todas as nossas propriedades, nos sentimos bem, e se mudarmos na direção oposta, nos sentimos mal de todas as formas. Isso, de fato, determina toda a nossa vida. Portanto, podemos falar de caos ou harmonia apenas em relação a uma pessoa específica e ao mundo que ela sente em seus órgãos de percepção constantemente atualizados. Por isso, parece-nos que o mundo está mudando e estamos mudando, mas todas essas mudanças existem apenas em relação a nós mesmos. E se vemos o caos ao nosso redor, isso significa que esse caos existe exclusivamente dentro de nós.

Isso pode levar ao desespero porque resulta que eu não sei onde realmente estou e o que está acontecendo. Eu não vejo o Mundo do Infinito porque estou preso dentro da minha imaginação distorcida e percebo minhas próprias propriedades e pensamentos mudando constantemente de acordo com o programa que me é desconhecido. Isto é, eu vejo o meu próprio filme, a forma do mundo que meus pensamentos e desejos me projetam.

Pergunta: Mas se meus pensamentos e desejos são revelados de acordo com o programa de desenvolvimento, então há uma ordem neles.

Resposta: A ordem realmente existe, mas não nos é conhecida. E se reagimos de forma inadequada à sua revelação, entramos nessa ordem com propriedades, ações e pensamentos incorretos, e isso altera nosso desenvolvimento. É nisso que a nossa vida consiste e está acontecendo um momento após o outro.

De KabTV “Nova Vida” 24/10/17

Comente