História Mundial À Luz Da Cabalá, Parte 1

laitman_229Pergunta: Como, segundo as leis, a história mundial se desenrola? Ela é cíclica? Ela se repete em cada geração?

Resposta: Essa é uma questão complexa, não porque esteja relacionada à história ou à geografia, mas porque está relacionada à nossa percepção da realidade.

De acordo com a sabedoria da Cabalá, existem duas forças básicas no universo: o desejo de doar – a força superior positiva, o Criador, e o desejo de receber – a força negativa inferior, a Criação. Ambos os desejos, interagindo entre si, determinam praticamente toda a história.

Uma vez que seus parâmetros iniciais e estados finais são definidos, nós podemos descrever todas essas etapas do desejo de receber (criação) sob a influência do desejo de doar (o Criador) com antecedência. Em princípio, não pode haver surpresas aqui.

A primeira parte do desenvolvimento da história acontece completamente sob a influência da Luz superior, ou seja, a força do Criador. Neste processo, a criação sente a pressão da Luz e, estando totalmente em seu poder, transforma-se sob sua influência, passando por fases específicas de desenvolvimento, as mesmas que um embrião sofre no útero de sua mãe por nove meses. É por isso que entendemos absolutamente tudo o que está acontecendo.

Como apenas um fator age aqui, a Luz superior, sabemos com antecedência quais os estágios que passaremos e como.

Em princípio, é assim que a humanidade se desenvolveu. Este programa da criação pressupõe a reação de uma pessoa à influência de Cima: o quanto ela pode avançar em oposição ao seu egoísmo, ao lado da Luz superior, a qualidade de doação, amor e conexão; ou ela não deseja isso, não pode fazer isso, não entende como agir, e por isso ele se opõe aparentemente à influência da Luz.

E se ela se opõe, naturalmente se sente de diferente. Então a história inclui maiores forças de resistência por parte da criação e maiores forças coercivas por parte da Luz, o Criador. No entanto, em geral, o desenvolvimento da história é estritamente regulado desde o início.

Hoje, nós chegamos a um estágio de desenvolvimento muito interessante, onde podemos adquirir certo livre arbítrio, permitindo-nos mudar nossa história e mudar a velocidade e o tipo de desenvolvimento.

De qualquer forma, nós nos desenvolveremos de acordo com graus estritamente delineados e pré-definidos. Nós passaremos por eles de forma consciente, com entendimento e participação, onde o desenvolvimento será favorável, voluntário e bem-vindo por nós. Vamos ver isso como um bom desenvolvimento de nossa perspectiva e do Criador. Ou resistiremos como crianças pequenas e teimosas, não desejando implementar o programa da criação.

Ou seja, é desconhecido para nós, como é o caso da maioria da humanidade, ou estamos familiarizados com isso, como pessoas que estudam Cabalá e são obrigadas a conhecê-lo, como aqueles que já passaram por esses estados milhares de anos atrás. Nós temos que tentar corrigir o nosso caminho, tornando-o mais consciente e bom para nós, mas o mais importante – para os outros.

Assim, toda a história do mundo foi escrita desde o início. É por isso que os filósofos e cientistas, ao começar a examinar a história, o comportamento do homem, o presente, o passado e o futuro, ficam perplexos ao tentar responder as perguntas: o tempo pode retroceder? Está tudo predeterminado? Onde está o nosso livre arbítrio? Como uma partícula elementar escolhe a forma para continuar seu desenvolvimento – como uma partícula ou onda, ou seja, a luz?

Os físicos dizem que tudo depende da pessoa que realiza o experimento. Quando ela configura o dispositivo para medir a partícula elementar, seja como uma onda ou uma partícula, a partícula conhece antecipadamente e se comporta de acordo com o dispositivo escolhido. É como se o presente determinasse o passado, o que significa que o tempo prossegue para trás. Isso é o que os físicos afirmam.

A Cabalá fala sobre isso de forma muito mais simples. Em princípio, não se relaciona com o conceito de tempo porque não há tempo; nós percebemos o que existe no mundo do infinito em sua forma final. Mas, como todos os nossos estados são antecipados, não há surpresas aqui – não há presente, passado ou futuro, como se alguém estivesse passando um filme para nós e nós vemos suas projeções separadas.

Tudo já foi gravado no filme com antecedência, e estamos apenas visualizando isso. Essa é a nossa vida. Ela está sendo rodada dentro de nós, mas de forma prática, podemos dizer que está sendo rodada na nossa frente.

Nós somos os participantes diretos dessa visão, que é predeterminada antecipadamente, e sabemos tudo o que acontecerá e o que faremos, exceto uma coisa: ao estar no grupo e atrair a força superior e positiva sobre nós, podemos provocar mudanças.

No entanto, não podemos alterar a história em si ou o curso dos eventos, mas apenas nossa atitude para com isso, e então parecerá completamente diferente. Isso é porque nossa atitude em relação a isso determina o que veremos naquelas projeções: guerra ou paz, bem ou mal. Nós determinamos tudo.

Da Lição de Cabalá em Russo 16/07/17

Comente