O Que É A Alma E Como Ela Se Desenvolve?

Laitman_001.02Pergunta: O que é a alma e como ela se desenvolve?

Resposta: A alma é a qualidade de doação, e o corpo é o desejo de receber. Há muitas nuances entre essas duas qualidades e é por isso que uma pessoa que não está ciente delas geralmente fica confusa.

O fato é que o Criador criou o desejo de receber prazer, que é a substância de toda a natureza. A natureza do Criador é o desejo de doar e somente o Criador possui essa qualidade.

Portanto, quando dizemos que uma pessoa pode mudar seu desejo do desejo de receber para o desejo de doar, não queremos dizer que podemos mudar o desejo em si, mas apenas como podemos usar esse desejo com a intenção de doar. No entanto, nós sempre queremos apenas receber.

Geralmente, nós apenas dizemos que uma pessoa dá a outra, mas, na verdade, ninguém dá nada a ninguém; tal estado não existe em nossa natureza.

Mesmo que eu lhe dê algo, eu recebo algo em troca. O estado quando uma pessoa dá de si mesma não existe porque uma pessoa não é uma fonte. Portanto, qualquer doação no nível material tem uma recompensa escondida.

Mas como uma pessoa pode obter equivalência com o Criador, afinal? Em outras palavras, como uma pessoa pode encontrar sua alma? Como o desejo pode se tornar equivalente a Ele, se é, de fato, o desejo de receber? A recepção só se torna idêntica à doação quando tem a intenção de receber a fim de doar.

Como fazemos isso? Se alguém me ama e quer me dar algo, eu realmente posso receber isso com a intenção de agradá-lo. Ao fazer-lhe um favor recebendo dele, eu executo uma ação que é equivalente à doação.

Há muitas dessas situações em nossas vidas. Nós estamos falando do relacionamento entre uma pessoa importante que é reverenciada por todos e uma pessoa comum. Por exemplo, quando uma pessoa comum dá um presente a uma pessoa importante e a pessoa importante aceita, ela dá prazer à pessoa comum.

Ao mesmo tempo, deve haver uma compreensão absoluta do que acontece: a pessoa importante recebe para agradar a pessoa comum e a pessoa comum dá porque, para ela, a ação em si é um prazer já que está dando a pessoa importante.

Aqui, nós podemos ver que as ações são opostas às intenções, mas isso não importa porque a coisa mais importante é a intenção; ela determina o valor da ação ou sua essência.

O desejo do Criador de dar e deleitar é constante. O desejo da criatura, em todos os níveis (inanimado, vegetal, animal e humano), é apenas receber.

Os desejos inanimados, vegetativos e animados são chamados de “natureza” e existem em todas as pessoas.

O desejo de desfrutar à custa dos outros é chamado de egoísmo. Além disso, nós desfrutamos, não porque seja necessário para a nossa sobrevivência no nível animal, mas porque o “homem mau” em cada um de nós gosta de humilhar os outros.

Assim, o egoísmo não é algo que devemos ter porque a natureza nos obriga a usá-lo, mas apenas para suprimir e elevar-se acima dos outros. Essa é a natureza do mal, que é característica apenas nos seres humanos.

Se eu me elevar acima dos desejos de governar e usar os outros, transformá-los em doação e não explorar o outros para a minha vaidade, mas, pelo contrário, eu me rebaixo em relação a eles para realmente devolver, deleitar e satisfazê-los, esses desejos foram corrigidos do mal em bem e são chamados de alma.

Da Lição de Cabalá em Russo 21/05/17

Comente