O Caminho Para A Correção Final

laitman_939.02Pergunta: Nós precisamos nos acostumar com a intenção de dar egoisticamente para que, em algum momento, a quantidade se traduza em qualidade?

Resposta: Em primeiro lugar, a correção não é realizada na massa geral da humanidade, mas, em vez disso, em um pequeno grupo – em uma dezena – onde dez pessoas se reúnem e fazem um pacto que “querem se tornar semelhantes ao Criador”. Ninguém pode conseguir isso sozinho, mas apenas quando todos começam a praticar uma doação entre si.

Nós concordamos entre nós de modo a nos apoiarmos mutuamente, darmos o exemplo, nos anularmos uns aos outros e demonstrarmos a importância do objetivo na unidade entre nós. Desta forma, criamos uma estrutura em miniatura que se assemelha à humanidade – corrigida na sua totalidade -, mas em uma escala muito pequena e não menos do que uma dezena. De acordo com a Cabalá, esta é a melhor maneira de alcançar a correção.

Gradualmente, começamos a sentir estados especiais entre nós, descobrimos os mundos superiores e revelamos o Criador que existe entre nós e as forças que nos conectam.

Começamos a entender que tipos de forças existem, quais deles são chamados de “anjos” e quais são chamados de “animais sagrados”, etc. Começamos a perceber as forças superiores, ou seja, as qualidades de amor e doação. E, o mais importante, surge uma força especial dentro dessas revelações, uma qualidade especial chamada Criador, a fonte de tudo o que existe, que engloba todo o universo e se revela como resultado de nossas ações.

O resultado do nosso trabalho será a sensação de que estamos prontos para absorver toda a humanidade e até o mundo inteiro dentro de nós. Não precisamos trabalhar para esse resultado. Pois, se criamos uma dezena completa, o nosso trabalho dentro dela é suficiente para toda a humanidade ser incluída automaticamente em nós.

Então começamos a nos sentir completamente corrigidos e semelhantes ao Criador que existe junto conosco dentro do nosso pequeno círculo.

A humanidade em geral não sente isso porque não corrige suas qualidades de recepção para a doação ou o egoísmo para o altruísmo, mas nós fazemos. No entanto, a correção final nos obriga a disseminar imediatamente o método assim que algum limiar de correção for alcançado. Esse é o propósito do nosso trabalho.

Portanto, na mesma medida em que eu quero me aproximar do Criador, eu tenho que sair simultaneamente dos limites da minha dezena e disseminar o método para todos os outros. Precisamente dessa maneira, eu me aproximo do Criador e O revelo cada vez mais claramente.

Isso é semelhante a uma imagem holográfica em que eu posso sentir o Criador em um grau muito pequeno, em um pequeno ponto (vermelho colorido no diagrama), como se estivesse olhando o mundo sem óculos e vendo tudo de uma maneira bastante obscura.

Se eu adicionar mais pontos pequenos a esta parte, o foco da imagem ficará cada vez mais nítido, mais completo e com todos os detalhes. Portanto, na verdade, não há diferença se eu revelo o Criador na minha dezena ou em um grupo maior.

Tudo depende apenas da resolução; quando eu entro em um cenário geral e atraio outras pessoas para a minha dezena, juntos começamos a revelar o Criador com mais clareza e precisão, com um entendimento mais completo e uma sensação maior.

É por isso que a própria estrutura do sistema exige que disseminemos. Na medida em que eu disseminar, alcançarei ainda mais o Criador e subirei até o Seu nível até alcançar a capacidade máxima e preencher completamente toda a humanidade passando a Luz superior através de mim. Dessa forma, eu me tornarei igual ao Criador e alcançarei a correção final da minha alma.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/02/17

Comente