Nascimento De Um Novo Programa Para A Vida

laitman_537.jpgPergunta: Você disse que hoje somos duas vezes mais escravos do egoísmo. Por que duas vezes?

Resposta: Porque realizamos todas as exigências do egoísmo e não estamos conscientes de ser escravos dele; isto é, estamos em dupla ocultação.

Pergunta: Por que uma pessoa ganha liberdade absoluta quando se torna escrava do Criador?

Resposta: A questão é que não estamos falando do nosso corpo animal. Porque se você é meramente uma criatura que consiste de desejo e razão, de coração e mente, não há nenhum programa de ação independente que exista em você.

Mas quando eu pergunto: “Por que existo?”, essa não é mais uma questão do corpo, mas uma questão que vem de algo mais elevado do que a existência animal. Ao fazer essa pergunta, eu penso em qual programa estou realizando, qual programa escolho para mim, para que?

O egoísmo é construído apenas com o propósito de me manter em uma existência animal inferior e diz: “Você existe para preencher seus desejos materiais, enquanto esses desejos existem”. E eu os preencho continuamente. Mas com o tempo, esse programa começa a diminuir suavemente, diminuindo lentamente em importância e a pessoa começa a sentir que sua vida está terminando.

Na realidade, nada acaba. O programa egoísta é simplesmente projetado de forma a nos levar, pouco a pouco, a um estado onde não queremos mais nos preencher e é por isso que tudo acaba. A única coisa que resta é a morte, ou seja, o fim do desejo de continuar a se preencher.

Mas também há outro programa, quando eu inicialmente não quero viver satisfazendo os desejos do meu corpo porque entendo que isso me deixa escravo desses desejos. Eu não vejo razão para existir dessa maneira e sinto que minha vida não tem sentido.

À medida que o programa egoísta se desenvolve, ele me conduz propositadamente, mostrando-me a falta de sentido, e começo a sentir que não vale a pena viver para mim. Nós vemos isso na nova geração que procura qualquer coisa que os deixe se esquecer.

É por isso que precisamos descobrir o verdadeiro sentido da vida para nós mesmos. Se esse sentido for falso, ele pode ser encontrado em qualquer coisa, porque esse mesmo egoísmo me ajudará a encontrar diversão, como o futebol, e eu vou cair em pequenos prazeres do nosso mundo e me tornar seu escravo.

Ou eu continuo me desenvolvendo ainda mais com o desejo de encontrar a verdade – algo que está acima das minhas sensações. Eu não quero me preencher de prazeres materiais e ver apenas o sentido da vida neles. Quero saber que existo acima deles. Então fico com uma grande pergunta: “O que devo fazer, como faço para conseguir isso?” Em outras palavras, eu preciso me reprogramar, superar o programa egoísta pré-programado dentro de mim e apenas me concentrar na conquista do objetivo.

O novo programa realmente permite que você alcance um novo objetivo, um novo estado, e eu estou obrigado a realizá-lo. Ele é construído no topo da rejeição do programa anterior e é por isso que, no contrabalanço entre os dois programas, na diferença entre eles, eu experimento minha liberdade à medida que sigo acima do antigo programa e me envolvo no programa verdadeiro.

De KabTV “A Última Geração”, 19/06/17

Comente