O Livro Do Zohar, Aprendendo A Linguagem Espiritual

laitman_531.01Não devemos ansiar em entender o que lemos no Livro do Zohar com nossa mente corpórea. É melhor desligar a mente e tentar ouvir ou ler e, ao mesmo tempo, abrir a boca como um bebê que não entende nada que lhe dizem.

Embora o bebê não entenda e não perceba nada, quando você diz algo diretamente a ele, ele olha para você e tenta entender. É muito importante que o bebê em mim abra a boca dessa maneira e simplesmente tente entender o que lhe é dito.

Em nosso mundo, um bebê aprende como falar dessa maneira; nós temos que ensinar a linguagem espiritual da mesma maneira, e assim a adquiriremos. Se processarmos o texto do Zohar através da nossa compreensão do nosso mundo, não entenderemos nem saberemos nada.

Nada no Livro do Zohar tem algo a ver com o nosso mundo. Ele nos conta sobre animais, pessoas, palácios, montanhas, rios, etc., mas todas essas imagens se referem aos atributos do mundo superior, a diferentes vetores que não conhecemos ou sentimos completamente.

Portanto, não devemos fazer nada porque podemos imaginar tudo o que queremos em nossos atributos e sentimentos egoístas distorcidos, mas tudo isso não tem nada a ver com o mundo espiritual, de modo que só nos confundiremos.

Determinou-se que O Livro do Zohar realmente será revelado em nossa geração, que está muito longe da espiritualidade e não pode imaginar nada sublime de maneira correta. Portanto, ela pode facilmente renunciar à necessidade de conectar o texto do Zohar ao mundo corpóreo e lê-lo apenas para evocar a Luz superior até nós mesmos, que revelará o Livro dentro de nós e descreverá o que está acontecendo dentro nós e não do lado de fora.

Nós devemos lembrar que apenas uma pessoa que entende que O Livro trata das forças que nos impactam pode entender e perceber O Livro do Zohar corretamente.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/02/17

Comente