Nós Precisamos De Uma Família No Mundo Moderno?

laitman_543.02Pergunta do Facebook: No passado, uma família era criada por razões econômicas. Hoje, uma pessoa não precisa de uma família para viver e desfrutar da vida. Além disso, ela a atrapalha e apenas cria problemas. Então, por que começar uma família?

Resposta: Na verdade, no passado um homem precisava de uma esposa para servi-lo, as crianças para ajudá-lo na velhice, uma casa para viver, amigos, parentes – em geral, o círculo mais próximo.

Uma pessoa precisava ser apoiada nos problemas, na doença e, finalmente, contar com assistência em um funeral. Hoje ela não precisa disso; há todos os tipos de serviços sociais que lidam com isso.

Alguém precisa de uma esposa? Não, não precisa. Ele pode ter uma nova esposa todos os dias. Filhos? Por que ele precisa de filhos? Eles crescem e a partir dos dez anos ele mal os vê, só quando pedem dinheiro. Eles não têm nenhuma consideração por seus pais, e ele não vai conseguir ajuda deles na velhice também.

Hoje, uma pessoa é separada de suas raízes naturais: família, esposa, filhos, pais e lar. Mesmo o local de trabalho não é mais vinculativo. No passado, as pessoas trabalhavam em um lugar por toda a vida. Onde está tudo isso hoje?

Pergunta: Acontece que a célula principal da sociedade, a família, não existe mais?

Resposta: Infelizmente, ninguém quer nada. As mulheres não querem se casar, não querem ter filhos, embora por natureza tenham o desejo por filhos, marido, família e lar.

Pergunta: Então precisamos de uma família a longo prazo ou não?

Resposta: Se precisamos ou não depende do objetivo. Se o objetivo justifica os meios, então os meios são necessários, e se não, não há necessidade dela.

Pergunta: Você quer dizer que agora a humanidade tem tais objetivos que não precisa de uma família?

Resposta: É claro. Mas se eu sei que para alcançar o objetivo eu preciso de uma família, eu vou criá-la e tratá-la com carinho.

A humanidade deve adquirir um objetivo, e então vai entender como viver e se é necessário viver. Hoje, muitas pessoas no mundo estão questionando se vale a pena viver.

A separação dos filhos de seus pais está ocorrendo inconscientemente também porque elas são incomodadas pela pergunta: “Por que meus pais me trouxeram ao mundo? Para que eu passe um tempo na vida e sofra? Eu sou inútil; ninguém precisa de mim, nem eu nem os outros. Esperar até morrer? Por isso, eles me deram à luz? Eles desfrutaram, e fizeram isso para seu próprio deleite, mas eu não tenho prazer da vida. Então me dê algumas drogas e eu vou de alguma forma existir”.

Pergunta: Qual deve ser o objetivo na vida para que uma família seja necessária?

Resposta: O objetivo para o qual uma família é necessária é alcançar o próximo nível de existência: completo, eterno, infinito, e dar realização absoluta. Não podemos imaginar isso e nem sequer queremos imaginá-lo. Estamos cansados de tudo! É por isso que é muito difícil explicar isso às pessoas.

Nós temos que escapar da vida para o nosso próprio bem, essa é a nossa limitação. Assim que sentirmos que há outro método de existência, será muito mais fácil para nós.

Neste caso, uma família é necessária porque é um dos sistemas de similaridade com o sistema superior da natureza. Para mover-se ao objetivo superior, é preciso se casar, ter uma família e filhos, especialmente os homens.

E o objetivo é alcançar o próximo nível de existência quando substituímos a existência egoísta por uma altruísta. Isso revela profundidades completamente diferentes da natureza, a existência em outras dimensões, quando o nosso universo não é o lar para nós, mas um universo totalmente diferente.

Pergunta: Como as relações na família são ajustadas dessa forma?

Resposta: Elas são ajustadas apenas de acordo com o que uma pessoa vê como o objetivo de sua existência superior. Guiada por isso, a família é mantida e os filhos são criados. Caso contrário, nada existirá.

Pergunta: O conceito de amor existe em uma família que tem um propósito?

Resposta: O amor é o relacionamento correto que lhe permite alcançar esse objetivo final. E nada mais.

De Kab TV “Notícias com Michael Laitman” 15/05/17

Comente