Nós Estamos Matando O Esperma

laitman_566.02Nas Notícias (BBC): “Pesquisadores que avaliam os resultados de quase 200 estudos dizem que as contagens de esperma entre homens da América do Norte, Europa, Austrália e Nova Zelândia parecem ter diminuído para metade em menos de 40 anos. …

“O Dr. Levine, um epidemiologista, disse à BBC que, se a tendência continuar, os seres humanos se extinguirão. …

“‘Se não mudarmos as formas em que vivemos, o meio ambiente e os produtos químicos a que estamos expostos, eu me preocupo seriamente com o que acontecerá no futuro’, afirmou.

“No final, podemos ter um problema, e com a reprodução em geral pode ser a extinção da espécie humana”.

Resposta: No século XVIII, havia cerca de um bilhão de pessoas em toda a Terra. Dois séculos se passaram e nos tornamos 8 bilhões. Para quê? Em vez de 8 bilhões, podemos nos tornar um bilhão de novo ou menos.

Pergunta: Você acredita que é assim que a natureza regula o número de pessoas?

Resposta: Tudo depende apenas de nós, do nosso estado. Nós é que estamos nos matando e, é claro, matando a vida, matando o esperma.

Comentário: Eles dizem que a razão para isso são os produtos químicos e fertilizantes que usamos, obesidade, tabagismo …

Resposta: Não, esses já são os resultados. Tudo acontece como resultado de nossa própria matança. É como se não quiséssemos viver, não quiséssemos existir; nós concordamos com a força negativa em nós, com nossa natureza negativa, e permitimos que ela nos leve à extinção.

Pergunta: De repente, pode haver uma mudança?

Resposta: Não, “de repente” não pode acontecer. Isso só pode acontecer se reconhecermos a nossa natureza má e percebermos onde podemos encontrar a força positiva para corrigi-la.

Pergunta: Você acredita que tudo o que acontece, incluindo o declínio no número de espermatozoides, está acontecendo por um objetivo?

Resposta: É só para nos levar ao reconhecimento da nossa natureza má, ao nosso egoísmo e a nos obrigar a atrair a força positiva da natureza, que existe e nos espera para usá-la.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 27/07/17

Comente