Recompensa E Castigo Em Nossas Vidas, Parte 8

laitman_760_2Uma pessoa tem que existir em dois níveis diferentes. Um nível é a sua atitude habitual e egoísta para com o mundo, que existe nela por natureza e se preocupa apenas em cuidar de si mesma.

O segundo, o nível superior e mais avançado, que ela precisa construir em si mesma, é a consciência da integração que ela deve alcançar para se adequar à realidade geral, isto é, cuidar dos outros.

Nisso, a pessoa não se sacrifica, ela apenas começa a perceber que a preocupação com os outros é sua vida real. Isso é semelhante a qualquer pessoa que faz algo gentil para seus próprios filhos; não é diferente de fazer algo gentil para eles mesmos.

Pergunta: Como uma pessoa percebe o desdobramento de eventos desses dois níveis? Os castigos que acontecem com ela em seu nível animal egoísta podem ser percebidos como recompensas em seu nível “humano” integral?

Resposta: Claro, o que eu percebo como mau no nível egoísta, vejo como uma recompensa no nível altruísta. É assim em relação a qualquer evento em nossas vidas.

Pergunta: E se, Deus proíba, acontecer algo terrível com meus filhos?

Resposta: É difícil explicar essa questão porque há muitos sentimentos pessoais envolvidos aqui. Mas, na realidade, não há maldade no mundo. Isso é o que descobrimos quando chegamos ao nível superior.

Olhando a vida de um ângulo mais estreito e egoísta: aqui está minha vida, meus filhos, eu, e nossa percepção não incluem nada além disso, então é impossível explicar qualquer coisa. Se uma pessoa olha a realidade por meio do sistema geral, então, para ela, no nível material, não há vida ou morte, nem recompensas nem castigos; todos os cálculos são apenas para o bem comum.

O sistema geral é eterno e completo; portanto, não há tal coisa como a morte nele. Embora no corpo físico algumas células morram constantemente enquanto milhões de células são renovadas a cada segundo, novas células vêm para substituir as antigas, e a vida continua.

Portanto, se olharmos da perspectiva do sistema geral, nossa compreensão de recompensa e castigo se move para um nível completamente diferente.

Nós até vemos isso em nossa vida cotidiana. Se uma criança chora porque sua mãe não lhe dá o que ela quer, a mãe é má ou gentil? É impossível dizer porque cada nível tem sua própria compreensão de recompensa e castigo.

Pergunta: Que boas ações eu devo fazer para receber apenas recompensas, apenas respostas positivas do sistema?

Resposta: A única ação que garante o sucesso é encontrar pessoas que já estão envolvidas no desenvolvimento deste nível integral dentro de si. Então, juntas, vocês aprenderão a se conectar ao sistema geral físico e espiritual.

A lei mais importante da Torá é “Ama teu próximo como a ti mesmo”. Esse é o sinal de conexão com todo o sistema de forma integrada. Se você se conectar completamente com todo o sistema, então, sem dúvida, irá afetá-lo apenas de forma positiva.

Pergunta: E se alguém gritar comigo ou machucar meus sentimentos?

Resposta: Nós temos que entender que ele é, até agora, uma parte não corrigida do sistema e devemos ajudá-lo a se corrigir.

O sistema é perfeito e se comporta de acordo com uma lei: o amor ao próximo. E se quisermos estar conectados a esse sistema, devemos aprender a amar!

Todas as recompensas e castigos só chegam até nós para nos dirigir a essa lei única do amor. E mesmo que, por ora, nos pareça ser o contrário, precisamos seguir essa lei com a fé acima da razão, e assim chegaremos a uma sabedoria superior.

De KabTV “Nova Vida ” 02/02/17

Comente