Não Perverter O Julgamento Do Estrangeiro, Do Órfão E Da Viúva

Laitman_509Torá, Deuteronômio 27:19: Maldito seja aquele que perverter o direito do estrangeiro, do órfão e da viúva. E todo o povo dirá: Amém!

Aqueles que já estão no nível espiritual existem apenas para puxar atrás deles “um estrangeiro”, “uma viúva”, e “um velho”, isto é, todos os fracos, ou seja, os desejos espirituais fracos.

Estes desejos podem ser muito grandes egoisticamente. Por exemplo, um “bebê” é um grande egoísmo com um pouco de espiritualidade, como em um bebê. Uma “mulher” também é um enorme egoísmo, mas ela só pode seguir a parte masculina e, portanto, é considerada fraca.

Todas as partes dentro de uma pessoa chamadas “velho”, “mulher”, “bebê”, e assim por diante falam do egoísmo que é muito difícil de corrigir. Portanto, aqueles que já estão no caminho acima deles (outras qualidades de uma pessoa) devem trabalhar para puxar todas estas qualidades egoisticamente fortes, mas espiritualmente fracas, atrás deles.

“Não perverter o julgamento do estrangeiro, do órfão e da viúva” significa não sentir pena ou satisfazê-los de forma alguma, mas corrigir esses desejos fracos, adicionando suas realizações espirituais a eles.

É necessário elevá-los do jeito que você ajuda uma mulher, um bebê e um homem velho. Você precisa desenvolvê-los e incluí-los em si mesmo, como AHP torna-se incluído em Galgalta Eynaim e, assim, sobe.

De Kab TV “Segredos do Livro Eterno” 23/11/16

Comente