Gerações X, Y E Z, Parte 1

laitman_269Pergunta: As gerações vêm e substituem umas às outras, enquanto cada uma traz sua própria abordagem distinta, relação com a realidade e percepção da vida. E especialmente hoje em nosso mundo em rápida transformação, torna-se notável como a própria pessoa está mudando.

Todos os anos há um novo tipo de pessoas com novos objetivos e estilo de vida. A geração de “baby boomers” é a que nasceu após a Segunda Guerra Mundial, que tem agora 50-70 anos de idade. Depois vem a geração daqueles que hoje estão com 40-50 anos de idade, chamada “geração X”.

A “Geração Y”, dos que têm 20 a 40 anos de idade, e a “Geração Z”, dos que têm entre 10 e 20 anos, e a última geração, para a qual não restam letras do alfabeto, provavelmente retornará ao início do alfabeto e se tornará a “geração A”.

Cada geração foi formada sob a influência de certos eventos que alteraram qualitativamente sua natureza: causas sociais, guerras, crises econômicas e avanços tecnológicos. Você sente uma diferença qualitativa entre as gerações e o que é?

Resposta: A Cabalá não estuda tais diferenças entre gerações e não as leva em conta. Ela explica à pessoa a realidade, sua percepção e ensina-lhe a compreender o mundo verdadeiro que está fora do homem. Ela começa a entender onde está e o que acontece conosco antes do nascimento e depois da morte em dimensões que estão acima do tempo e espaço.

Mas a Cabalá não investiga as gerações X, Y ou Z; afinal, ela fala do egoísmo de uma pessoa, que, embora varie de geração em geração, não o faz qualitativamente. A Cabalá está empenhada em mudar a natureza do homem e, portanto, é indiferente a qual geração ele pertence. Se ele veio estudar aos 20, 40 ou 60 anos de idade, sua forma original de percepção não importa porque a Cabalá muda sua percepção e abordagem da vida.

A Cabalá é projetada para dar à pessoa a orientação certa, a visão correta da realidade – a visão única, clara, eterna e imutável de geração em geração. Hoje ela é igual que há 6.000 anos. Esse é o mesmo método em que não há nada a mudar.

O homem muda com o curso da história em suas propriedades materiais e animais. Mas A Cabalá não as leva em conta porque sua tarefa é desenvolver o humano nele, uma nova individualidade que é maior do que todas as gerações X, Y ou Z.

Pergunta: Por que o livro Bereshit fala sobre dez gerações de Adão a Noé?

Resposta: Dez gerações de Adão a Noé são estágios no desenvolvimento da estrutura espiritual criada pelo homem acima de seu egoísmo. Uma pessoa envolvida em sua correção interna, construindo uma alma, passa certos níveis de desenvolvimento, chamada transição de geração à geração. Mas nós estamos falando do progresso espiritual.

Deste ponto de vista, as gerações são diferentes na medida em que despertam a pessoa para a busca do desenvolvimento espiritual. Por exemplo, a geração da antiga Babilônia era bastante desenvolvida nesse sentido e, portanto, deu origem a toda a humanidade, a toda a civilização humana.

Após o surgimento da crise, um grupo saiu da Babilônia, mais tarde chamado de povo de Israel, que estava apenas elevando-se acima de toda a vida corpórea. Nesse caso, condições externas e materiais despertaram a demanda, a necessidade de elevação espiritual.

De KabTV “Nova Vida” 18/04/17

Comente