A Vida De Um Cabalista

Laitman_912Pergunta: Como um Cabalista do seu nível engana seu próprio egoísmo?

Resposta: Eu não preciso enganá-lo. Eu simplesmente atuo para atrair a Luz Superior e tentar dia e noite em todas as circunstâncias providenciar contato com o Criador, convencendo-me de que “Não há outro além Dele” e que tudo isso é apenas o bem.

E me são apresentados estados tão terríveis e incompreensíveis em que devo confirmar tudo isso. Além disso, um Cabalista tem uma multiplicidade de cálculos quando entra no estado de Aba ve Ima, YESHSUT, e assim por diante. Trabalhando nas três linhas, ele começa a se orientar e a viver neste sistema.

Pergunta: Um Cabalista convence a si mesmo? Eu pensei que “Não há outro Dele” fosse um sentimento tão natural para você quanto a capacidade de ver para os dotados de visão.

Resposta: Não, não é assim. Se você alcança o último grau e revela no último nível egoísta que “Não há outro além Dele”, só então você realmente sente que, em toda a manifestação do nosso egoísmo animal e espiritual, não há outro além do Criador, porque você O revelou em seus desejos mais pesados.

O fato é que há alguns eventos por trás dos quais um Cabalista vê essa força única, e há outros eventos por trás dos quais ele ainda não a vê, mas amanhã ele tentará vê-la e ele verá.

Pergunta: Um Cabalista deve ver esta única força por trás dos eventos externos do nosso mundo?

Resposta: Claro, ele deve vê-la por trás de todos os eventos do nosso mundo e do mundo espiritual. De forma prática, não há divisão em dois mundos. Nós apenas percebemos isso dessa maneira em relação a nós mesmos.

Da Lição de Cabalá em Russo 29/01/17

Comente