“Remova Seu Sapato De Seu Pé”

Torá, Deuteronômio 25:07 – 25:10: Mas se o homem não deseja tomar a mulher de seu irmão, a esposa do irmão deve ir até à porta, aos anciãos, e dizer: “meu cunhado recusou-se a perpetuar o nome de seu irmão em Israel, não deseja executar a obrigação do irmão do marido comigo. ”Então os anciãos da sua cidade devem chamá-lo e falar com ele, e ele deve levantar-se e dizer:‘Eu não desejo tomá-la’. Então a mulher de seu irmão deve abordá-lo diante dos olhos dos anciãos e remover o sapato do pé. E ela deve cuspir diante de seu rosto e responder [ele] e dizer: “Assim deve ser feito para o homem que não edificar a casa de seu irmão”! E essa família deve ser chamada em Israel, “A família daquele para quem o sapato foi removido”.

‘’O irmão de meu marido recusou-se a perpetuar o nome de seu irmão em Israel’’, significa que ele não tem a capacidade de restabelecer o nome de seu irmão no sistema da alma coletiva.Ele não é capaz de fazer isso porque ele sente que sua tela não é adequada para corrigir a mulher de seu irmão.

E é por isso que ele recusa-se; ele tem que realizar uma correção de um tipo diferente. Tem a ver com o fato de que esta mulher vai para os mais velhos, isto é, sobe para o próximo nível, conecta-se com os anciãos, e eles atestam por ela. Ela tira os sapatos – naal (da palavra“Nael”, que significa fechado ou bloqueado), que simboliza a conclusão deste nível.

Pergunta: Por que os judeus são obrigados a usar calçado?

Resposta: Todas as partes do corpo de uma pessoa sempre tem que estar cobertas; isto diz respeito ao fato de que uma pessoa existe dentro de um sistema de dez Sefirot. Isto é como nós somos criados à imagem e semelhança do sistema superior e é por isso que esta é a maneira pela qual devemos nos manter em nosso mundo.

Não há nada excessivo aqui, nem “prós” ou “contras”. Uma pessoa deve estar revestida de forma contínua, mesmo durante o sono. Não há nada aqui que pode ser interpretado de outra maneira. É por isso que os judeus, como regra,usaram sapatos, que praticamente não existiram em outras nações até os tempos modernos. Somente nos últimos 200-300 anos usar calçado tornou-se generalizado, mas naquela época, todo mundo andava descalço e não sentia nenhum desconforto.

A propósito, os pés de uma pessoa são tão peculiares que andando constantemente descalça, a pessoa desenvolve uma pele tão áspera, que nem sente quando está em pé sobre pedras afiadas. Ela pode andar em um campo e tropeçar em objetos pontiagudos e não senti-los, como se estivesse usando sapatos.

Mas os judeus, na antiga Israel e em todos os milênios, andaram com sapatos, que simboliza desprendimento de uma pessoa da terra ( do desejo de receber).

[207349]

De KabTV “Segredos do Livro Eterno”, 2/11/16

Material Relacionado:
Case Com A Viúva Do Irmão
Anatomia Espiritual
“Não Tomarás Em Penhor A Roupa Da Viúva”

Comente