Nós Temos Proteção De Cima? Parte 8

Dr. Michael LaitmanO judaísmo obriga os judeus a seguir muitos mandamentos: bênçãos, Kashrut (observar kosher) Mikveh (banho ritual), oração, além de várias outras ações. O judaísmo é considerado a religião mais complicada e extraordinariamente difícil.

Tudo isso é para que nós, dia a dia, momento a momento, nos lembremos com estas ações da conexão com a força superior e da necessidade de mantê-la constantemente.

Pergunta: Você está dizendo que esta conexão, o amor entre as pessoas, nos garante a proteção de cima?

Resposta: “Ama o próximo como a ti mesmo” é uma grande lei da Torá e representa a altura do desenvolvimento humano. Não há nada maior do que isso porque essa é a forma como eu me incluo na outra pessoa e faço o que ela precisa. O amor é a lei de um sistema integrado, através do qual todos os elementos devem ser conectados.

Pergunta: Como isso me protege?

Resposta: É assim que eu, ou melhor, o único elemento do sistema que eu represento, sigo as leis de todo o sistema. Naturalmente, isto oferece proteção para mim. Eu nunca posso me proteger. Eu me protejo apenas através de minha capacidade de me juntar corretamente com os outros porque, na realidade, eu estou conectado com todos e recebo sustento deles. Em essência, eles determinam todos os meus estados porque somos interdependentes.

Eu me uno ao conectar laços com uma infinidade de outros. Se essas conexões são negativas, eu sofro até finalmente morrer. No entanto, se do meu lado, essas conexões se tornam positivas, em troca, eu recebo uma reação positiva do sistema. Mesmo se outras pessoas, em relação a quem eu ajo com bondade, não pretendem me responder da mesma maneira, a força superior, que funciona dentro do sistema, irá influenciá-las de tal forma para fazê-las se relacionar comigo corretamente.

Desta forma as minhas ações começam a estar em harmonia com a força que preenche todo o sistema. Minhas tentativas de amar ao meu próximo me fazem semelhante à força superior. Eu me sintonizo com esta força e, ao fazê-lo, obrigo o sistema a me proteger. Assemelhar-se ao superior; o que pode ser mais seguro? Eu entro no superior quase como se estivesse entrando no útero de uma mãe; há um lugar mais seguro do que este?

O superior vai me proteger porque eu anulo a mim mesmo, o meu egoísmo, e me torno semelhante a ele. Eu não penso em mim mesmo, mas ajo apenas de acordo com os desejos dos outros. Como resultado, eu me torno semelhante ao superior e entro nele na forma mais mínima. Mas mesmo nesta forma mínima, eu estou dentro dele como um embrião dentro da mãe. Onde mais você pode se sentir mais protegido?

De KabTV “Nova Vida” # 819, 26/01/17

Comente