A Que Nos Conduz A Natureza?

laitman_546_04Comentário: O conceito de “trabalho” engloba mais de metade da vida de uma pessoa. Ela começa a se preparar para ele desde tenra idade: estudando na escola, na Universidade, pensando sobre o que quer ser. Mas agora tudo isso terminou; um ponto de viragem inesperado apareceu.

Minha Resposta: Nossa geração está agora em um estado muito interessante em que o trabalho que criou uma pessoa, o qual realmente determina toda sua vida pessoal, familiar, social e política e até planetária, de repente começou a perder sua importância.

Uma pessoa já não está incluída no conceito de trabalho, uma ideia que é contrária à teoria de Darwin. Ele acreditava que o trabalho é o que construiu o ser humano a partir do macaco.

Além disso, a teoria de Karl Marx, que seria a vitória do trabalho socialista, onde cada um iria receber de acordo com suas necessidades e dar de acordo com sua habilidade de seu próprio livre-arbítrio, também não funciona porque hoje nada é exigido das pessoas.

Hoje nós viajamos o mundo inteiro em busca de trabalho. Isto está acontecendo há algum tempo. Então, o conceito de trabalho foi alterado. Portanto, a abordagem onde uma pessoa escolheria uma ocupação de acordo com o desejo do seu coração, fornecendo-lhe satisfação material e status social, desapareceu completamente. É interessante que a arte também desapareceu. Afinal de contas, literatura, música, poesia, cinema e teatro são também trabalhos que estão gradualmente mudando seus objetivos e definições em nossas vidas diárias.

Os desejos, intenções e objetivos da humanidade estão mudando. Então tudo o que pode ser transmitido de uma pessoa para outra já não tem importância para ela. Se alguém escreve algo, desde o início isso não tem interesse para mim.

Nosso ego começou a subir mais alto. Ele quer sensações maiores e mais significativas. Se você já está vivo, então a vida certamente será boa. Romances emocionais e telenovelas no estilo dramalhão, que são abundantes na nossa televisão, tornaram-se menos importantes porque o desejo por eles está desaparecendo gradualmente.

Assim, o que restará para uma pessoa? Nada! A revelação do sentido da vida não pode ser encontrada na literatura, arte, música, ou em qualquer coisa, nem mesmo na tecnologia.

As pessoas irão criar robôs para trabalhar para a humanidade. E o que virá a seguir? Não haverá nenhum trabalho, não haverá nada a fazer, e ninguém irá obriga-lo a fazer nada. Inventar algo artificial só causará a poluição da atmosfera e da terra.

Pergunta: Para onde a natureza está nos empurrando? É para onde todas as pessoas vão se sentar e começar a pensar no sentido da vida?

Resposta: Não. O sentido da vida não é alcançado ao se sentar e pensar, mas através da construção de um sentimento de conexão interna entre nós, dentro do qual começamos a sentir dimensões completamente diferentes, um mundo novo, e outro mundo novo, e assim por diante, cada vez mais alto.

Um mundo espiritual não é um espaço tridimensional, como nosso mundo. Não há nenhum fluxo de tempo. Nós vamos além da velocidade da luz, além da comunicação mental e pessoal entre nós e subiremos a métodos de comunicação completamente diferentes.

A conexão entre nós vai se tornar completamente diferente, será no nível interno que não tem nenhuma conexão com os neurônios cerebrais ou células nervosas. Nós seremos um único corpo. Aos nossos corpos físicos será adicionada uma conexão mental, espiritual, entre nós, e vamos começar a sair para outro mundo.

Da Lição de Cabalá em Russo 18/12/16

Comente