Textos arquivados em ''

Meus Pensamentos No Twitter, 02/04/17

twitter

Êxodo: Como nos Tornamos uma Nação, e Como Deixamos de Ser uma #Passover (Pessach) http://bit.ly/HaaretzExodus

Do Twitter, 02/04/17

Jpost: “O Ódio Judaico De Si Mesmo É O Fermento Que Devemos Limpar”

The Jerusalem Post publicou meu novo artigo “ O Ódio Judaico De Si Mesmo É O Fermento Que Devemos Limpar

Se há algum ódio mais enigmático do que o antissemitismo, é o antissemitismo judaico. Nosso ódio de si mesmo é uma fonte sinistra e imortal, mas não secará até que encontremos seu gatilho e o desarmemos.

A história está repleta de exemplos de judeus que odiavam seu povo com tanta veemência que dedicaram toda a sua vida à sua destruição. A rebelião dos Macabeus, por volta de 160 a.C., foi antes de mais nada contra os judeus helenizados do que contra o Império Selêucida. Da mesma forma, o comandante dos exércitos romanos que conquistaram Jerusalém e exilaram os judeus foi Tiberius Julius Alexander, um judeu alexandrino cujo próprio pai tinha doado ouro e prata para os portões do templo que Alexander quebrou. De fato, antes da ruína de Jerusalém, Julius Alexander aniquilou sua própria comunidade judaica de Alexandria, fazendo com que “todo o distrito fosse inundado de sangue quando 50.000 cadáveres foram amontoados”, segundo o historiador judeu-romano Titus Flavius Josephus. Da mesma forma, durante a Inquisição espanhola, O principal inquisidor Tomás de Torquemada era de ascendência judaica recente, mas isso não diminuiu seu zelo em expulsar e matar os judeus. E só neste século passado, a Associação dos Judeus Alemães Nacionais apoiou e votou por Hitler e pelo Partido Nazista.

De fato, George Soros e Noam Chomsky não inventaram o ódio judaico de si mesmo, também conhecido como antissemitismo judeu. Na verdade, a semana passada tem visto um desfile espalhafatoso dessa mania. Primeiro, aprendemos que a maioria das ameaças de bomba em JCCs (Centro Comunitários Judaicos) tinha um único perpetrador e que o criminoso não era um fanático de direita ou um extremista muçulmano, mas um israelense-americano de 19 anos de Ashkelon, uma pequena cidade no sul de Israel. Depois, vimos as dezenas de judeus moralistas protestando contra o discurso do vice-presidente Mike Pence no AIPAC, afirmando que se não houver paz para os palestinos (que declaram todos os dias que não querem paz com Israel, mas sua destruição), não haverá paz para Israel. E em terceiro lugar, enquanto o Estado de Israel e algumas organizações judias finalmente reuniram apoio internacional suficiente para realizar uma conferência anti-BDS na Assembleia Geral das Nações Unidas, o movimento BDS em si é repleto de ativistas judeus e Organizações judias que o apoiam, tais como J Street, Jewish Voice for Peace, e Jews for Justice for Palestine.

Na verdade, o ódio judeu de si mesmo parece ser uma fonte imutável de uma ingenuidade sinistra. Se houver algum ódio mais enigmático do que o antissemitismo, é o antissemitismo judaico.

Como nos Tornamos uma Nação

Em setembro de 2014, eu escrevi um artigo no New York Times intitulado ” Quem É Você Povo de Israel“, que falava sobre a origem única do povo judeu e a razão para o antissemitismo. Após inúmeros pedidos de reflexão sobre a ideia de unidade judaica como a solução para o antissemitismo e as fontes que invoquei para sustentar a minha opinião, eu escrevi um ensaio mais elaborado intitulado “Por Que As Pessoas Odeiam Israel”. O ensaio rapidamente se tornou um mini-site da Internet que contém, além do ensaio, um videoclipe explicando as ideias e uma cópia gratuita do meu livro, Como um Feixe Juncos: Por que a Unidade e a Garantia Mútua são Urgentes Hoje. Sob as limitações de uma coluna de jornal, eu só posso oferecer uma breve explicação, mas você está convidado a seguir qualquer um dos links acima para obter mais detalhes.

A Evolução Chegou À Reta Final

Dr. Michael LaitmanDe “Crise e Resolução” (Palestra em Arosa 2006)

Uma vez que a atividade das forças altruístas do mundo conduzirá o mundo ao equilíbrio com a natureza, ele receberá apoio natural na forma de redução de todas as manifestações da crise. A natureza reage sensivelmente às mudanças altruístas no homem, porque elas tornam o homem cada vez mais semelhante a ela. Essa crescente semelhança com a natureza levará à transformação da natureza e da sociedade circundantes.

O homem, por sua correção, afeta a natureza inanimada, vegetal e animal que se eleva e cai junto com ele.

Portanto, logo que começamos a corrigir a sociedade, corrigimos o sistema geral, e os níveis inanimado, vegetal e animal entram em equilíbrio. Afinal, seu desequilíbrio é apenas a consequência do pecado do Primeiro Homem devido ao qual o nosso desenvolvimento ainda é egoísta.

Pergunta: A crise realmente vai diminuir ou vamos apenas aprender a lidar com ela?

Resposta: Vamos sentir que a crise arrefece, desaparece e podemos continuar a existir de forma calma e equilibrada. A correção final deve chegar a todos os níveis, incluindo este mundo. Então este mundo começará a desaparecer, porque não restará egoísmo e tudo será em prol da doação.

A forma material em que vemos o mundo se manifesta hoje como um reflexo do nosso egoísmo. E se o egoísmo não existir, não veremos este mundo. Ao converter nossos desejos em doação, veremos seu reflexo, isto é, o mundo superior.

Continuaremos a existir nele até que o mundo superior também se eleve ao Mundo do Infinito. Ainda não sabemos o que vai acontecer a seguir, mas já chegamos à fase final deste processo.

Pergunta: Como você pode explicar que a natureza se acalmará apenas porque a sociedade humana se corrigirá? Qual é a relação entre elas?

Resposta: A natureza aspira ao equilíbrio, e se o homem corresponder à natureza, isso levará a um equilíbrio geral. Toda a natureza é equivalente à força superior, à forma do Criador. Portanto, se desejamos que nossas qualidades se fundam com a força superior, desse modo animando todo o sistema, então todos os níveis – inanimado, vegetal e animal – mudam.

Claro, a natureza vai se acalmar, mas primeiro o homem tem que mudar. Qualquer outra tentativa de corrigir a ecologia não ajudará. Nós destruímos a natureza precisamente por relações ruins entre as pessoas, elas são a única causa do aquecimento global, erupções de vulcões e terremotos.

Nós precisamos ir com o fluxo da natureza. O mundo deve se corrigir, e avançar para a correção pelo caminho da evolução natural. Então vamos nos juntar a este processo, e vamos promover a correção e seguir o caminho rápido e bom da Luz em vez do longo caminho do sofrimento.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá, Lição sobre o Tópico, “Mismah Arosa”, (Documento Arosa)

Meus Pensamentos No Twitter, 01/04/17

twitter

Livro do Zohar, Bereshit 119: “As guerras começarão do norte visando destruir #Israel. Será o seu tempo de miséria e redenção”.

A criação é um holograma, porque tudo e cada uma de suas parte compreendem as 10 Sefirot. Isso é conhecido há 5779 anos! #quoteoftheday (citação do dia)

Ao realizar a #Kabbalah, o método para alcançar o Criador, o homem atinge o Criador e existe EM TODA PARTE, transcendendo o tempo e o espaço!

Do Twitter, 01/04/17

Oscar Contra Trump

Dr. Michael LaitmanPergunta: Praticamente toda a cerimônia de premiação da Academia Americana de Artes e Ciências Cinematográficas, que apresenta o Oscar, foi internamente dedicada a atacar Trump.

O apresentador, Jimmy Kimmel, famoso ator e produtor americano, disse: “Esta transmissão está sendo assistida ao vivo por milhões de americanos e ao redor do mundo em mais de 225 países que agora nos odeiam. Como você sabe, e eu não tenho que dizer a ninguém, nosso país está dividido agora. Eu tenho recebido muitos conselhos. As pessoas me dizem: ‘É hora de reunir todos. Você precisa dizer algo para nos unir. Vamos pegar algo direto do topo, eu não sou’ – eu não posso fazer isso!”

O que pode ser dito sobre a divisão do país, porque, basicamente, essa é a primeira vez na história que algo assim está acontecendo na América?

Resposta: Eu diria que isso está acontecendo em todo o mundo.

O mundo está começando a entender para onde a imprudência liberal completamente irracional, quando todos podem fazer o que quiserem, levou-o. Eu posso fazer o que quiser e da maneira que quiser, ninguém pode me dizer o que fazer. Basicamente, eu não sou um membro da sociedade porque posso agir de acordo com meus próprios princípios, e você pode agir de acordo com os seus; faça o que quiser e não interfera no meu negócio.

Tal sociedade torna impossível a humanidade integral e global. Nós chegamos a um estado em que todos querem ser liberais, e por isso querem dizer: “Não interfiram comigo”. O chamado politicamente correto e a liberdade de expressão dão a todos o direito de dizer o que quiserem.

A permissividade ilimitada, a irresponsabilidade e a falta de qualquer tipo de educação nas escolas, universidades e em qualquer outro lugar nos levaram ao que temos agora em Hollywood.

Se Trump entender que sua tarefa é educar o povo americano, limitar a influência de elementos negativos, fortalecer o espírito, unir-se, então é claro … O que ele diz, é certo. Ele será capaz de alcançar isso? Acho que não. Isso será muito, muito difícil. Mesmo que o programa pareça bom, está incorreto.

É bom que ele seja composto de planos agradáveis. Como se diz, “eu amo a grandeza de nossos planos”. Nós já passamos por isso. Mas Trump não tem e não terá os meios para realizar esses planos, porque, no final, ele é … apenas Trump. Porque o que é realmente necessário aqui é uma metodologia derivada da natureza. Para salvar tudo, precisamos da força superior.

Se ele perceber que a Cabalá tem essa força, o mundo será capaz de passar este ponto crítico e avançar rumo a sua meta pelo caminho certo, não pela esquerda, porque a esquerda envolve uma guerra mundial, em que poucos sobreviverão. Mas eles só sobreviverão para completar a correção.

O fato é que um sofrimento tremendo diminui a necessidade de um grande número de pessoas. Assim, em caso de grande sofrimento, em vez de oito bilhões, os restantes oito milhões serão suficientes para resolver o problema. Porque o mundo inteiro gira apenas para unir uma alma coletiva, que foi quebrada no início de sua criação.

Veremos como funciona. Temos que cumprir nossa função. Até agora Trump está dizendo e fazendo a coisa certa, e em geral, isso cabe a ele.

Tudo isso vai girar através dos judeus, e não será agradável para eles. Agora eles estão se dividindo em dois campos, e não haverá paz até que se unam entre si e comecem a trabalhar juntos para corrigir a humanidade, em geral.

Os judeus devem se elevar acima de tudo o que está acontecendo entre aqueles que se unem com Trump e aqueles que se unem com Obama ou Clinton e se unem entre si para o benefício de corrigir o mundo. Se fizermos isso, então sim. Se não, teremos novamente uma Alemanha nazista.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 03/01/17

Amor: Uma União De Desejos

laitman_938_02Pergunta: Por que eu deveria amar? Quem devo amar? O que é o amor?

Resposta: O amor é a conexão do meu desejo com outros desejos. Visto que todos nós viemos de um único desejo chamado Adão, a descoberta do mundo superior é resumida pela combinação de desejos separados e isolados que se rejeitam. Assim, conforme a união desses desejos, nós começamos a perceber o mundo superior.

Comentário: Muitas vezes, é muito difícil para uma pessoa definir um sentimento de amor ou ódio. Enquanto ela não está no mundo superior e se encontra dentro da estrutura do nosso mundo, todos os estereótipos, rotinas e modelos deste mundo a influenciam.

Resposta: Portanto, uma pessoa não pode ir ao mundo superior até superar a sua rejeição de outras pessoas.

Da Lição de Cabalá em Russo 27/11/16

O Fluxo De Almas De Um Lugar Para Outro

laitman_571_01Pergunta: O que significa que parte da alma geral está vestida num corpo feminino? Qual é a singularidade da correção se ela está vestida na parte feminina?

Resposta: Não há nenhum conceito como esse! Há um fluxo constante do estado da alma geral de masculino para feminino, de feminino para masculino, incluindo os homens e mulheres do nosso mundo.

A alma é algo amorfo que flutua entre todos, ou você poderia dizer que é nisso que estamos flutuando. Há uma única alma para todos.

Na espiritualidade, se eu quero doar a alguém, ao Criador ou a outra pessoa, eu sou chamado de masculino (um homem), e se eu quero receber, eu sou chamado de feminino (mulher). Às vezes eu sou masculino e às vezes sou feminino. Em nosso mundo, nós estamos precisamente divididos em homens e mulheres, enquanto que na espiritualidade, tudo depende apenas de nós.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/12/16

Sabor Na Espiritualidade E Corporeidade

Pergunta: Em nosso mundo, todos nós sentimos o mesmo sabor de certos alimentos ou bebidas. Ninguém pode dizer que doce é amargo. É o mesmo na espiritualidade, ou é uma experiência individual de cada um?

Resposta: No nosso mundo, temos um certo acordo sobre como chamar um gosto específico. No entanto, como você pode saber que sente a mesma coisa que o outro?

Pergunta: E na espiritualidade, existe tal consenso?

Resposta: Sim. Os cabalistas escrevem O Ensino das Dez Sefirot, e outros livros sobre a realização no Criador, porque eles têm sensações muito precisas e correspondentes, ao contrário do que acontece em nosso mundo. Por exemplo, se eu registrei que em um certo nível senti certa realização, então você sentirá a mesma sensação ao atingir esse nível.

Pergunta: Cabalistas sentem o mesmo discernimento se eles estão em níveis diferentes?

Resposta: Claro que não. O fato é que no mundo espiritual podemos medir nossas sensações, mas cada um sentir-se-á de forma diferente, procedendo a partir da raiz de sua alma, de seu vaso (Kli).

[204170]

Da Lição de KabTV em russo, 20/11/17

Lendo Um Livro De Cabalá

Pergunta: Como é que o poder em um livro de Cabalá forma novos sensores dentro de mim e abre a cortina para o mundo espiritual que está oculto de mim?

Resposta: O livro não faz nada; qualquer livro, não importa por quem foi escrito é meramente papel.

O que nos faz realizar todo o trabalho é o nosso desejo. Nós convocamos e invocamos o impacto da Luz Circundante (Ohr Makif), que nos rodeia, na medida em que ansiamos sermos conectados uns aos outros.

Enquanto lemos o livro, estabelecemos uma conexão com a fonte cabalística superior, e isso impacta-nos e nos transforma. Não é o livro em si, mas o que queremos compreender nele, o que queremos para assemelhar-nos. Portanto, ao estudar a sabedoria da Cabalá, invocamos para nós mesmos o campo de força que nos rodeia, e é o que nos muda.

[203915]

Da Lição de Cabalá em russo 27/11/16

Material Relacionado:
Como Deve Ser A Leitura Dos Livros De Cabalá?
Como A Pessoa Lê Textos Cabalísticos?
A Chave É Pensar Sobre A Unidade

Nova Vida # 832 – A Vida É Boa?

Nova Vida # 832 – A Vida É Boa?

Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Resumo

O que nos faz sentir que a vida é boa ou ruim?

De acordo com a sabedoria da Cabalá, sentimos que a vida é boa ou ruim de acordo com a nossa definição individual destes conceitos. A definição cabalística de uma boa vida é uma vida que se destina a atingir um nível mais elevado de existência.

[202973]

OBS: Áudio/Video em idioma inglês

icon for podpress VideoReproduzir | Download icon for podpress Audio: Reproduzir | Download

 

De KabTV “Nova Vida # 832 – A Vida É Boa? ” 2/3/17