Inovação Nos E.A.U: Você Pode Ler No Trabalho

laitman_527_07Nas Notícias (Arabian Business): “A nova legislação dará aos funcionários tempo para ler durante o horário de trabalho, e obriga as cafeterias a fornecer materiais de leitura …

“Os Emirados Árabes Unidos (EAU) emitiram na segunda-feira a primeira lei desse tipo que visa consolidar a importância da leitura no país.

“O xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan, presidente dos Emirados Árabes Unidos, emitiu a legislação dizendo que a leitura e o conhecimento são essenciais para o progresso dos Emirados Árabes Unidos. …

“Nosso objetivo é preparar gerações que trabalhem para um futuro melhor dos Emirados Árabes Unidos”, disse o Presidente em um comunicado. …

“O xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, Vice-Presidente e Primeiro-Ministro dos Emirados Árabes Unidos e governante de Dubai, elogiou a lei recentemente aprovada e saudou-a como uma iniciativa cultural e legislativa sem precedentes. …

“Nosso objetivo é tornar a leitura um hábito diário em nosso povo, onde as entidades relevantes serão obrigadas a traduzir essa lei em realidade”, disse ele.

Meu Comentário: Avanços no mundo de alta tecnologia e religião exigem leitura e ainda apoiam o interesse da geração em leitura. Mas no final, gradualmente nos afastamos do desenvolvimento egoísta. A literatura e a música são medidas do desenvolvimento egoísta da sociedade, uma vez que são criadas pelo puro egoísmo. Eu não acho que elas vão permanecer, exceto por apenas alguns grupos individuais, mas nada mais.

Mas grandes obras musicais, especialmente óperas e obras-primas literárias, permanecerão porque expressam a profundidade das emoções humanas, mesmo sendo egoístas. Os romances clássicos descrevem uma fase no desenvolvimento humano e assim permanecerão parte de nossa cultura.

Pergunta: Que tipo de literatura você acha que as pessoas vão preferir ler nas próximas décadas?

Resposta: Somente manuais para operar programas de computador.

Pergunta: Então as pessoas vão abandonar os romances?

Resposta: Elas já estão desistindo deles. O declínio na leitura de romances já começou. O fato é que a diferença entre as gerações é grande.

Se quisermos manter contato com a geração jovem, as pessoas mais velhas precisarão se aproximar delas e não esperar que os jovens façam isso. Quando meu neto, por exemplo, joga jogos de computador, eu tento brincar com ele. E se eu oferecer para ler um livro, ele se recusa e diz: “Vovô deixe-me sozinho”. Não temos escolha; os idosos devem seguir os jovens.

Pergunta: E quanto à literatura que lida com o sentido da vida. As pessoas ainda serão atraídas por ela?

Resposta: Sim, mas ela também vai mudar. O sentido da vida, sobre o qual a sabedoria da Cabalá nos fala, está acima do tempo, de modo que deve ser apresentado às pessoas na linguagem moderna.

Se tomarmos a coleção de escritos filosóficos de Rambam, por exemplo, os diálogos de Ramhal, os escritos poéticos de Rav Kook, os escritos de Baal HaSulam que estão em um estilo científico, ou os escritos emocionais de Rabash, todos eles são muito difíceis de perceber hoje.

Comentário: Você simplifica os escritos de Baal HaSulam e Rabash para nós.

Resposta: Ainda podemos ler os escritos de Baal HaSulam e Rabash, mas os escritos de Ramhal e de ARI não podem ser entendidos por nossa geração.

A sabedoria da Cabalá será reescrita em uma linguagem mais leve e fácil no futuro, mas esse não será o meu destino.

Isso deve ser feito por causa da humanidade, mesmo agora, e não apenas por aqueles que são atraídos para o objetivo da criação, mas por toda a humanidade, para que eles entendam o que os grandes Cabalistas dizem sobre o sistema superior da natureza, incluindo o método e a ciência, e todos devem avançar nessa direção.

Eu espero que tais talentos surjam entre meus alunos.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 02/11/16

Comente