Nova América + Trump, Parte 3

laitman_291Pergunta: Como a vitória de Trump nas eleições dos EUA contribui para o processo global de correção do mundo e de movimento rumo ao objetivo da criação?

Resposta: Há milhões de pessoas por trás de Trump, todas as “pequenas cidades” norte-americanas. São os europeus brancos, que uma vez fundaram os EUA e que já começaram a perdê-los recentemente por causa do fluxo de imigrantes muçulmanos.

Problemas com a população afro-americana são problemas internos dos EUA e devem ser resolvidos de alguma forma. A propósito, nenhum dos programas de Obama, incluindo o Obamacare, tem ajudado. A população negra está vivendo pior hoje do que há oito anos, quando Obama se tornou presidente. Ele foi incapaz de fazer algo bom, mesmo para seus irmãos negros. Ele fez bem apenas para um grupo: islamitas radicais, abrindo as portas para eles entrarem nos Estados Unidos. Sua mente estava ocupada apenas com isso.

Pergunta: Os planos de Trump contra os imigrantes não parecem fascistas?

Resposta: Eu não acho que Trump agirá sem pensar. Ele dá a impressão de ser um homem inteligente. Além disso, ele não está sozinho; existem assistentes muito fortes qualificados à sua volta, tanto militares como economistas, com vasta experiência.

Não importa se o mundo deseja isso ou não, ele deve avançar rumo à unidade, a fim de se tornar uma única sociedade sem separação por nacionalidades, religiões e crenças. Claro, haverá pretos e brancos, vermelhos e amarelos; cada um pode ser ele mesmo e se misturar com os outros. E se alguém quiser ser gay, essa é a sua escolha.

Ao mesmo tempo, todos devem saber que pertencemos a um sistema chamado Adam (Homem), uma família, onde todos dependem uns dos outros. A lei da natureza nos empurra para esse objetivo.

E esse objetivo está bastante próximo, conforme indicado pela crise que estamos vivendo hoje. Em todas as áreas em que a humanidade esteve envolvida por milhares de anos, chegamos a um impasse: ciência, família, educação dos filhos, relações humanas, comércio internacional, e na atitude das pessoas para com a vida.

Nós estamos gradualmente perdendo todos esses valores, porque hoje é impossível controlar o sistema humano sem a conexão entre as pessoas. A humanidade está se fechando cada vez mais em um único sistema, mas as pessoas não o sentem e compreendem. No entanto, devemos chegar a isso se quisermos continuar a se desenvolver em um bom caminho.

Pergunta: Como a vitória de Trump contribui para esse processo?

Resposta: Trump quer eliminar o fosso, a desconexão e a separação da sociedade humana, pelo menos nos EUA. Ele diz: “Nós somos uma nação”, porque entende que nada vai funcionar sem ela. Embora ele seja branco e de origem alemã, é importante para ele que a nação americana se una. No entanto, os democratas de esquerda, apesar da boa conversa, apenas dividem a nação.

Pergunta: Eu pensava que era o Trump que leva à divisão da sociedade ao impor rótulos negativos sobre grupos inteiros da população, como, por exemplo, sobre os mexicanos. Essa imagem não é diretamente oposta a essa mesma sociedade única e harmoniosa de que você está falando?

Resposta: Isso é o que parece do ponto de vista de um filisteu tacanho. Mas, na verdade, Trump declara coisas muito simples, “Todos devem voltar para o seu lugar, sair do apartamento de outra pessoa e observar a ordem. Em primeiro lugar, precisamos entender onde estamos ao devolver os EUA ao seu estado original”.

“Demos alguns passos errados e entramos na crise global: aumentamos drasticamente a dívida pública, levamos a nossa produção para o exterior. As pessoas locais perderam seus empregos porque fábricas foram fechadas. As pessoas não podem sustentar suas famílias. Olhe o que fizemos! Para quê?”

É errado dar poder ao governo, à elite rica e aos bancos. Trump vai contra o establishment (sistema), que tem o poder e o dinheiro. Ele é um socialista.

Os democratas de esquerda não são socialistas; eles estão mais próximos dos nazistas porque odeiam todo mundo afora eles mesmos em seu egoísmo. Portanto, eu espero que Trump seja benéfico porque representa uma única nação contra a dominação do “establishment” e dos bancos. Ele quer reduzir a enorme dívida pública e dar trabalho aos americanos comuns. Se ele se mantiver firme nessas posições, deve ter êxito. Eu vejo que ele entende onde está o problema.

Pergunta: Você é contra os democratas de esquerda?

Resposta: Eu não sou contra os de esquerda ou de direita; sou a favor do programa da criação. Portanto, não importa para mim quem será o presidente; o principal é que o programa de criação nos levará à frente com o mínimo de sangue e sofrimento possível.

Eu só quero que sejamos bons! Nós ainda temos que seguir em frente; afinal de contas, não podemos ir contra as leis da natureza. Portanto, vamos implementá-las conscientemente, com compreensão, e, assim, todos vamos ficar bem, todos nós juntos.

De KabTV “Nova Vida” 10/11/16

Comente