A Chuva Temporã E A Chuva Serôdia

Laitman_728_01Torá, Deuteronômio, 11:13-11:15: Portanto, se vocês obedecerem fielmente aos mandamentos que hoje lhes dou, amando o Senhor, o seu Deus, e servindo-o de todo o coração e de toda a alma, então, no devido tempo, enviarei chuva sobre a sua terra, a temporã e a serôdia, para que vocês recolham o seu cereal, e tenham vinho novo e azeite. Ela dará pasto nos campos para os seus rebanhos, e quanto a vocês, terão o que comer e ficarão satisfeitos.

Há dia e noite e tudo começa com a noite, quando novas oportunidades e novos desejos difíceis e não corrigidos aparecem, quando o sol, a luz da vida, desaparece, e a pessoa como que morre, vai dormir, em outras palavras, se desconecta de realidade. Este quadro alegórico nos mostra as mesmas coisas que acontecem na natureza com as estações do ano e com a gente durante a vida: nascimento, anos robustos de desenvolvimento, e posterior descida gradual. O mesmo também ocorre com os nossos níveis espirituais.

Portanto, nós ascendemos a eles, nos realizamos neles, e descemos, a fim de subir ao próximo nível. Nós não vemos uma continuação em nossas vidas, exceto a mudança das quatro estações, mas vemos essas fases na vida espiritual.

Tudo vem das cinco fases da emanação da Luz Superior. A primeira fase é a fase da raiz ou coroa, seguida das outras quatro fases. Na vida material, há uma mudança nas estações quatro vezes por ano de acordo com as raízes superiores, um padrão superior. A mesma coisa acontece com a vida espiritual: há quatro estágios de implementação de cada nível espiritual.

“A chuva temporã e a chuva serôdia” (yore ve malchosh, em hebraico) são o princípio e o fim. Yore é a primeira chuva, malchosh é a última chuva, e todas as chuvas entre elas vêm na hora certa. Em seguida, o verão quente vem e tudo seca. É assim que deve ser na natureza. Afinal de contas, esse período é necessário para a renovação.

No entanto, se a pessoa existe corretamente nessas fases, não sente qualquer dependência especial no inverno, primavera, outono ou verão. Ela está totalmente confortável em todas as etapas e sempre tem o suficiente de tudo. Ela entende que esse ciclo é necessário para avançar por meio da rotação e movimentos progressivos. Como os planetas giram em torno do sol, nós devemos girar, percebendo nossas Reshimot e subindo dessa forma.

Portanto, a primeira chuva, a última chuva, e a conexão entre elas durante o inverno ou verão são necessárias exatamente para trazer tanto a Luz de Hassadim à nossa terra (os nossos desejos) e corrigi-la, ou para trazer a Luz de Hochma.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 15/06/16

Comente