“Juventude Não Operacional “

Nas Noticias (rg-rb.de): “Mais e mais jovens europeus escolhem viver uma vida não sobrecarregados com o trabalho ou educação. …

“Os últimos dez anos mudaram seriamente a estrutura do emprego entre os jovens europeus. Parece que a crise econômica atingiu o funcionário ineficiente, o que, por sua vez, abre o caminho para os jovens e “mimados” a serem alimentados em todos os momentos.

No entanto, os fatores psicológicos parecem ter entrado no jogo, associados com as promessas populistas de alguns governos europeus.O apoio social quase fornece um meio de vida completo para os alunos que não querem trabalhar, mas não estão com pressa para continuar a sua educação, levando ao fato de que seu número tem crescido significativamente em quase todos os países da Europa do Sul.

“É claro que, como todos os cidadãos adultos, eles têm os direitos apropriados aos benefícios. O problema é que a disponibilidade de tal forma de vida, de acordo com alguns especialistas, levou ao fato de que a nova geração de europeus, que deverá entrar no mercado de trabalho ou continuar os seus estudos, cada vez mais, após chegar ou sair do ensino médio, escolhe uma terceira via – ‘assistência social’ da qual, talvez, eles nunca irão sair.

“Assim, na Itália, entre a população com 20-24 anos, o número dos que não querem trabalhar ou estudar, na última década, cresceu de 10% a 31%, um recorde desde a devastação do pós-guerra. O aumento do número de jovens desempregados, na Grécia e na Espanha, é quase tanto quanto, atingindo, respectivamente, 26 e 22%. Os cinco primeiros nestas estatísticas não muito agradáveis são Chipre, Irlanda, Croácia ….

“Talvez a única exceção seja a Alemanha, onde o número de pessoas nesta categoria, nos últimos dez anos, diminuiu por 6% a 9%.”

Meu comentário: O problema é que todo ano existe uma necessidade de menos trabalhadores. Precisamos mover-nos em direção ao trabalho para a unificação, uma nova obra social. Temos um programa de treinamento. È disso que nossos cursos tratam.

[192918]

Material Relacionado:
Os Jovens E Desempregados Não Vão Cruzar Os Braços
Um Plano Para Combater O Desemprego Jovem Na UE

Comente