Barack Obama É A Favor Da Conversão Dos EUA Ao Islã

Laitman_408Comentário: O presidente americano Barack Obama disse em um discurso diante da juventude britânica que tudo está mudando tão rápido no mundo que a pessoa é tentada a formar a sua própria consciência, como um membro de uma tribo que se sente confiante e seguro em face de muitas mudanças. Mas ele acredita que a juventude deve resistir a essa tentação.

O Presidente se referia aos imigrantes da África, Oriente Médio, Irlanda do Norte e Birmânia, que ele acredita que devem ser recebidos com empatia. O presidente enfatizou que ele não aceita pessoas que desejam se sentir superiores, dividindo o mundo em elas e nós. Acontece que Obama está pedindo unidade.

Resposta: Isso é verdade, mas apenas sob o domínio dos EUA. De que outra forma é possível? Alguém tem que gerir o desfile! Do ponto de vista de Obama, é os EUA, é claro.

Os comandantes do desfile serão aqueles que lideram e governam o assentamento nos EUA, que não são aqueles que fundaram os EUA. Os fundadores eram britânicos, irlandeses e alemães, que lançaram as bases apropriadas do país, e Obama quer mudar tudo isso.

Há algo a esconder, afinal de contas, de acordo com seu ponto de vista, os EUA deveriam se tornar um Estado islâmico. Ele veio para mudar isso, de modo que ao menos no final de sua presidência, as portas do país fossem abertas à população árabe extremista ativa para se assentar lá.

Pergunta: Se nós falamos da força superior que orienta os corações dos ministros e reis, qual é o objetivo da força superior em liderar Obama dessa maneira específica?

Resposta: O objetivo da força superior é nos mostrar que não vamos ser capazes de sobreviver confiando em uma filosofia do mundo, seja religiosa, Anglo-Saxã, asiática, Afro-americana ou muçulmana. Nós só teremos sucesso se começarmos a nos unir acima de todas as filosofias, acima de tudo o que nos divide.

Assim, nos Estados Unidos, a população muçulmana está sendo injetada, a fim de criar uma grande controvérsia no seio da sociedade norte-americana, e depois, da incapacidade de continuar esse desenvolvimento, ela terá que chegar à conclusão de que as pessoas não têm outra escolha a não ser se juntar.

Pergunta: Muitas vezes você diz que nada será bem-sucedida a menos que as pessoas cheguem a um beco sem saída. Nós podemos tentar sair da situação em que estamos usando nossos cérebros?

Resposta: Claro que não. Veja o que acontece na humanidade! Ela pode atingir algo usando o cérebro humano?

Há apenas uma maneira de sair do impasse, e se isso não ajudar, uma grande explosão seguirá, como a detonação de armas nucleares, o que é certamente possível. Então, ninguém será capaz de parar isso, iniciando uma reação em cadeia.

O medo nos impede até certo ponto, mas depois a mente deixa de operar e o bom senso desaparece. Aqueles que sobreviverem passarão por grandes sofrimentos e, como resultado, vão entender que devem reconstruir a humanidade de acordo com um princípio diferente, acima de nossa natureza, usando nossa natureza apenas como um trampolim. Esse é o lugar onde tudo terminará.

Eu espero que sejamos fortes o suficiente para ouvir o que os Cabalistas dizem. Nós não vamos ficaremos mais sábio sozinhos, uma vez que não temos os cérebros necessários em nossa condição atual. Nós devemos ouvir os Cabalistas que atingiram o plano da criação até o seu fim. Eles já passaram por isso pessoalmente e por isso nos aconselham a não cometermos erros, mas a seguir seus passos com cuidado, mudando gradualmente a nossa natureza à semelhança do Criador e alcançando o mundo superior aqui, nesse mundo, nessa vida.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 24/04/16

Comente