A Guerra Dos Sexos, Parte 2

Laitman_632_1Homem E Mulher Voltam Ao Jardim Do Éden

Pergunta: A guerra em curso entre homens e mulheres é para levar ao complemento mútuo completo?

Resposta: Um não pode existir sem o outro. Inicialmente, o Criador criou um homem e uma mulher, duas forças, positivo e negativo, para que nós nos complementássemos. Nós não podemos existir sem o outro. Mas nós mesmos precisamos implementar este complemento mútuo e toda a vida está concentrada nele.

Se não tivéssemos que construir uma conexão entre nós, não haveria necessidade de viver neste planeta. O sentido da vida é aprender a se conectar na forma ideal perfeita, porque, complementando um ao outro chegamos a um estado perfeito, como é dito: “Um homem e uma mulher e a Shechina entre eles”.

Isso significa que a força superior é revelada entre eles, mas apenas com a condição de que este homem e esta mulher se unam corretamente entre si.

Não se trata de um homem e uma mulher em particular, mas destes conceitos como uma imagem coletiva que inclui todas as qualidades masculinas e femininas. Quando corretamente conectadas entre si, elas revelam exatamente nessa forma a força superior, a vida superior total e eterna.

Com isso torna-se evidente que estamos diante do maior problema central e que o mundo inteiro foi criado com isso em ordem para que nós o resolvêssemos. Através dessa solução vamos entender uma solução para o todo da realidade.

Mas na maioria das vezes nós tentamos fugir deste jogo, porque não entendemos o que fazer com ele. Todos na sua vida privada, na sua família, tentam mascarar esse conflito como se tudo estivesse em ordem. Enquanto que dentro da relação familiar se esconde um abismo de problemas.

Nós sequer sabemos qual é a relação ideal entre um homem e uma mulher. Nós somos tão opostos um ao outro que uma vida não será suficiente para cumprir todas as solicitações do sexo oposto. E um homem, em geral, não está adaptado para entender uma mulher e não quer encontrá-la no meio do caminho. E aqui deve vir a correção.

Também uma mulher em seus pedidos a um homem pode ser tão irritante e exigente, na medida em que sente a sua dependência em relação a ele, que, possivelmente, isso também requer correção. Não em termos de distanciar-se dele, mas em reconstruir sua demanda em uma forma diferente em relação a meta que ela ainda não tem.

Pergunta: Em toda a história as mulheres tentam chegar a algum tipo de equilíbrio na relação com os homens e, portanto, estão lutando por sua independência e igualdade. Será que cada lado precisa alcançar a independência para depois se conectar entre si?

Resposta: Desta forma nós ficamos mais afastados uns dos outros e fugimos de resolver o problema. Está se tornando moda ser unissex e negligenciar a família. Nós não queremos entender que através da conexão entre nós podemos alcançar a vida eterna especial absoluta. Em vez disso, nós percebemos esta conexão como um problema do qual precisamos fugir por todos os meios. Como resultado, no mundo moderno, nós temos um monte de homens e mulheres solteiros. Nós nos encontramos sempre que quisermos, não importa quando, como e com quem. Nós aparentemente diminuímos a importância da conexão entre homens e mulheres ao sexo, limitando-se apenas a satisfação das necessidades sexuais.

Mas isso está totalmente errado. Afinal de contas, é necessário que haja um sistema de relações sensoriais, emocionais, que nos transforme em uma alma através da complementação mútua. Isso significa que se deve estar em um nível totalmente diferente, não no nível animal, o qual é baseado nas necessidades corporais.

Eu não nego necessidade da relação sexual – um ser humano normal não pode existir sem ela. Mas nós precisamos elevar a conexão entre um homem e uma mulher ao nível das almas de modo que a Shechina, a força superior, habite entre eles. Nós temos que unir para essa meta, pois somente através da conexão correta entre nós podemos alcançar a vida celestial.

Inicialmente, no Jardim do Éden, o homem e a mulher eram como um só, como o Criador os criou. Depois o Criador os baniu do céu, afastando-os e, portanto, eles desceram do Jardim do Éden para o nosso mundo onde cada um existe separadamente.

Agora, se nos conectarmos corretamente, a fim de estar com um só coração, vamos subir de volta ao Jardim do Éden, ao estado em que vamos sentir a nossa vida como eterna e completa!

Este é precisamente o caminho para o céu. Eu não entendo porque as pessoas pensam que existem diferentes métodos para se chegar lá. A humanidade está profundamente equivocada pensando que pode alcançar o céu através da realização de tradições religiosas. Nós temos que construir relações corretas aqui nesse planeta, e precisamente através delas, como está escrito na Torá, vamos voltar para o céu.

O que é o Jardim do Éden? É um homem e uma mulher que voltaram a ser um ser humano, vivendo em um desejo conjunto, dentro do qual habita a força superior, o Criador.

De KabTV “Uma Nova Vida” 31/03/16

Comente