Nova Vida # 542 – Cultura Judaica: Moisés – O Líder Ideal

Nova Vida # 542 – Cultura Judaica: Moisés – O Ideal Líder
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Resumo

Moisés teve mais a característica de doação e amor ao próximo do que qualquer outra pessoa. O líder de Israel não precisa de capacidade de liderança, sabedoria, astúcia e coisas assim. Em vez disso, ele deve ser sem dolo.

Na medida em que o líder de Israel é inocente, a Luz Superior pode agir nos outros através dele. Ser inocente significa que ele quer somente estar cada vez mais aderido às características de doação e amor. Assim, por meio dele, a força de amor e doação age sobre as pessoas, educando e avançando-as rumo à conexão e amor.

As características de Moisés são as de um Cabalista divino que atinge a divindade de modo que a Luz brilha através dele. Moisés não admitia nada para si mesmo. Sempre que o ego crescia, ele sabia como equilibrá-lo.

Moisés explicava o que a natureza ou divindade (que é a mesma coisa) exigia do povo. Ele explicava a lei do desenvolvimento para o povo. Moisés tinha o maior ego, mas sabia como superá-lo e foi bem-sucedido em equilibrá-lo.

O povo de Israel é um povo de dura cerviz, e eles foram muito teimosos com Moisés. Mas ele não tinha escolha. Moisés incluiu os desejos egoístas do povo para que pudesse transmitir o poder de correção a eles.

Moisés guiou um processo educativo do desenvolvimento de uma consciência de que o egoísmo é prejudicial para nós e que precisamos se conectar. Ser um líder significa estabelecer um sistema de educação e a explicação que leva à conexão entre as pessoas acima de toda a disparidade e diferenças entre elas. Moisés explicou ao povo que todos os problemas são porque o ego os escraviza. Ele lhes ensinou como escapar dele.

De KabTV “Nova Vida # 542 – Cultura Judaica: Moisés – O Líder Ideal”, 26/03/16

Comente