A Maturidade Da Sociedade – Não Há Mal Sem Bem

laitman_202_0Pergunta: Como a sabedoria da Cabalá se relaciona com a desigualdade na sociedade israelense? Por exemplo, uma pessoa trabalha muito e não ganha muito, e outra não faz nada e ganha muito; ela vive muito bem.

Resposta: Muito simples, nós precisamos conhecer o sistema pelo qual o mundo e a nossa sociedade estão girando, e a nossa sociedade, o povo judeu, precisa saber ainda mais. Caso contrário, parece que tudo isso está acontecendo de maneira caótica, enquanto que há uma ordem muito rigorosa aqui. Não são as pessoas que a determinam.

A sociedade humana opera de acordo com leis precisas e claras da natureza que são semelhantes às leis da física no mundo. Basta conhecê-las.

Nós não as conhecemos e por isso não podemos gerir a sociedade, e mesmo que descubramos alguns desses processos, os utilizamos egoisticamente.

A natureza está nos empurrando para um sistema único e integral. Nós estamos descobrindo isso nos níveis inanimado, vegetal e animal; e mesmo começando no nível humano, ele está sendo revelado em nosso mundo cada vez mais. Isso significa que o nosso mundo está realmente se tornando uma pequena aldeia global.

Pergunta: As redes sociais são muito úteis para essa integração. Será que é isso que temos esperado e elas vão passar a humanidade para o próximo nível de desenvolvimento?

Resposta: Certamente que não. Claro que isso é uma bênção disfarçada. Não há mal sem o bem. Nós estamos encurtando o tempo de nossa maturação com isso.

Hoje, as redes sociais estão trabalhando para garantir que nós percebamos rapidamente o quanto somos inaptos para qualquer coisa, como somos egoístas, como não podemos estar na conexão correta, e como o ódio repele um do outro. As redes sociais estão gradualmente revelando isso, e, em princípio, devem nos levar à conclusão de que, desta forma, estamos nos aproximando da extinção. A sociedade não pode existir assim.

Se chegarmos a essa consciência mais rapidamente, antes disso deteriorar para uma guerra, vai ser bom. A possibilidade de uma guerra mundial nuclear existe enquanto não entendermos que precisamos urgentemente fazer algo sobre nós mesmos.

Do webinar no site zahav.ru 13/01/16

Comente