Atravessar Edom

laitman_747_03A Torá, “Números”, 20:14, 20:17-20:18, 20:21: De Cades, Moisés enviou mensageiros ao rei de Edom, dizendo: “Assim diz o teu irmão Israel: Tu sabes de todas as dificuldades que vieram sobre nós.

Deixa-nos atravessar a tua terra. Não passaremos por nenhuma plantação ou vinha, nem beberemos água de poço algum. Passaremos pela estrada do rei e não nos desviaremos nem para a direita nem para a esquerda, até que tenhamos atravessado o teu território”.

Mas Edom respondeu: “Vocês não poderão passar por aqui; se tentarem, nós os atacaremos com a espada”.

Visto que Edom se recusou a deixar Israel atravessar o seu território, Israel desviou-se dele.

Edom é a propriedade do egoísmo rígido. “Israel atravessar” significa conectar-se com ele.

As colinas de Edom estão localizadas no território da Jordânia moderna e podem ser facilmente vistas de Israel. Elas representam uma passagem para a terra de Israel, que não pode ser alcançada de outra maneira.

Durante quarenta anos o povo de Israel esteve adquirindo as propriedades de Bina no deserto. O seu vagar sem fim no deserto se refere às combinações espirituais de MalchutBina que mostram como se preparar para entrar na terra de Israel (Malchut) e dominá-la com a recém-adquirida propriedade de doação.

Somente depois disso é que os judeus podem entrar na terra prometida. Mas ainda não é a terra de Israel, porque ela sob a autoridade das sete nações. É quando a verdadeira conquista começa, ao se preparar a terra com a ajuda das propriedades de Bina.

Isso explica por que atravessar o Edom é realmente uma transição de Malchut à Bina. Mas isso não lhes permitem fazê-lo, porque é a última propriedade egoísta antes da entrada na terra de Israel que deve ser vigorosamente superada. Sete nações egoístas esperam os judeus na terra de Israel, sete enormes forças impuras: Hesed, Gevura, Tifferet, Netzach, Hod, YesodMalchut. Elas também têm que ser conquistadas e corrigidas.

É por isso que o rei de Edom os rejeita para que eles estejam preparados para a última jornada, se unam e reconheçam que sem o Criador não vão sobreviver. A passagem se refere à conquista de si mesmos, a vitória sobre o egoísmo.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 24/06/15

Comente