A Gestão De Israel E A Gestão Das Nações Do Mundo

laitman_933Midrash Rabba“, Parashat Balak: Na resposta que Balak recebeu dos sábios de Midiã, eles disseram: “Esta serpente, Moisés, amamentou do nosso peito. O Midianita convidou-o para sua casa, deu sua filha a ele por esposa e deu-lhe dinheiro. E depois de deixar a casa de seu sogro, Moisés destruiu o povo egípcio.  Você quer saber onde está o poder de Moisés e seus discípulos? Está em suas bocas. Quando eles clamam a Deus, Ele cumpre todos os seus pedidos. Portanto para derrotar os judeus com sua arma, aconselha-se chamar a Balaão, cujo poder de expressão não é menor do que o de Moisés”.

Na Torá é dito que não havia profeta entre os judeus que alcançasse um nível mais elevado do que Moisés, e entre as nações do mundo, mais do que Balaão.

Entre eles, ou seja, entre as forças positivas e negativas, deve haver um equilíbrio. Caso contrário, se você não começa a equilibrar uma e outra, não pode se desenvolver.

Quando você sobe a escada de mundos espirituais, você constantemente se desloca de um nível para outro, e em cada um deles os poderes da direita e da esquerda devem ser iguais.

Pergunta: Você está dizendo que a gestão de Israel deve, necessariamente, ser compatível com a gestão das nações do mundo?

Resposta: Eu não estou falando de história e não quero estabelecer uma guerra física ou espiritual entre eles ou da gestão de um contra o outro, porque no mundo físico, todo mundo é egoísta.

A pessoa que ascende os níveis espirituais caminha sobre “duas pernas”, as linhas direita e esquerda; seu coração e mente sobem cada vez mais na integração correta entre si. Isso ocorre porque o sistema de gestão superior, o sistema de revelação e criação do Criador, consiste de duas forças opostas.

Você não vai descobrir, reconhecer, ver, entender ou descrever o Criador de nenhuma outra maneira! Você precisa retratá-Lo diante de você em sua tela.

Em nossa tela interna, agora nós vemos, aparentemente, o mundo que nos rodeia. Na verdade, estamos olhando para dentro de nós mesmos e a ilusão nos parece como se estivéssemos vendo algo diante de nós. Mas, na verdade, as duas forças opostas devem desenhar a mesma imagem, o mesmo sistema de gestão em nossa tela, o mesmo pensamento da criação que é chamado de Criador.

Tudo isso se encontra em cada um de nós. E o que está fora de nós? Não sabemos e não entendemos isso.

Isto é, no progresso espiritual normal, minha perna esquerda é Balaão, Balaque e o resto das forças negativas, e minha perna direita é o povo de Israel, Moisés, etc. E todos são opostos entre si e iguais em cada nível. Precisamente entre eles, quando você perde completamente a diferença entre os dois sistemas, você pode subir.

A subida é feita apenas para cima; de acordo com qualquer que seja o critério é chamada de “para cima”. Quando não há preferência por uma força ou outra, direita e esquerda devem ser iguais! Então, qual é a força? É um componente invisível chamado terço médio de Tifferet. É o lugar onde tudo está oculto. Ele está acima de você!

Quando você alcança a oposição correta entre os dois sistemas, as duas forças opostas, escuridão e Luz, você começa a entender o pensamento da criação do Criador, que aquilo que existia antes da criação do mundo se encontra acima disso. Em outras palavras, você precisa subir a esse ponto a partir do qual foram criados estes dois sistemas de forças, o pensamento da criação.

Existem também duas partes no pensamento da criação, embora o sistema seja muito maior. Uma parte é o programa que desce para baixo, criando os dois sistemas de forças e os mundos espirituais. Primeiro, há o sistema de gestão, depois disso o nosso mundo, e em seguida, no nível do nosso mundo, a natureza: inanimada, vegetal, animal e humana.

A segunda parte é o pensamento superior da criação que se encontra acima do programa e do sistema de gestão, através do qual tudo é realizado em nosso mundo.

Além disso, tudo está oculto. Nesse meio tempo, nós não temos nenhuma possibilidade de descobrir o que se encontra acima do pensamento da criação. Nós sentimos algo, mas não podemos percebê-lo. Nós ainda não desenvolvemos os Kelim apropriados para isso.

Assim, os Cabalistas dizem que lá tudo está escondido, totalmente obscuro. Esses estados são chamados de GAR de Atzilut. GAR é as três Sefirot superiores do mundo de Atzilut, onde toda a conexão com o nosso mundo está oculta.

Há características completamente diferentes lá que não podemos atingir antes do fim da correção completa, na unificação de todos os sistemas, onde não há diferença entre as linhas direita e esquerda, entre o bem e o mal.

Quando nos elevamos acima disso, a base para a compreensão deste nível secreto começa a ser criada dentro de nós. É um segredo para nós, porque nós não somos capazes de verificá-lo hoje; nos falta a resolução para percebê-lo. Mas, de qualquer forma, tudo o que existe além do tempo e espaço, além do nosso mundo, é encontrado dentro da pessoa.

Portanto, essas duas forças opostas não são reveladas em nosso mundo sob qualquer forma. Isto é, o verdadeiro egoísmo e altruísmo não são nada do que vemos no nível físico.

Eles são descobertos apenas na resistência interna das pessoas que sobem acima deles. Por exemplo, quando um grupo de amigos que querem subir espiritualmente se reúne entre o povo de Israel, precisamente aí surgem essas características neles.

A Torá, ou seja, a Luz que trabalha nesses amigos que querem ascender, foi escrita precisamente para eles. Portanto, a única condição para a ascensão é ser “como um homem com um coração”, ou seja, usar o egoísmo corretamente.

Assim, nós descobrimos dentro de nós todos os personagens descritos na Torá e tudo que está escrito nela como forças no caminho para o melhor desenvolvimento.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 08/07/15

Comente